Compreender a saúde urinária do gato

gato adulto de pelo às riscas deitado em frente a túnel de brincar

Compreender a saúde urinária do gato

gato adulto de pelo às riscas deitado em frente a túnel de brincar

Compreender a saúde urinária do gato

gato adulto de pelo às riscas deitado em frente a túnel de brincar
July 31, 2018

Compreender a saúde urinária do gato

A Doença do Trato Urinário Inferior Felino (DTUIF) é um termo que descreve um número de condições que afetam a bexiga e a uretra dos gatos. A DTUIF é uma doença comum, complexa e séria - a obstrução de urina pode ser dolorosa e pode até por o gato em risco de vida, por isso entre em contacto com o seu médico veterinário assim que notar alguns destes sintomas:

  • Esforço para urinar
  • Micção dolorosa (que leva o animal a chorar quando utiliza a caixa de areia)
  • Lamber a zona genital com frequência
  • Sangue na urina
  • Produção reduzida ou inexistente de urina após grande esforço
  • Perda de discernimento no uso da caixa de areia

As causas da DTUIF

 

Existem diversos motivos para a dificuldade na micção. Entre eles, incluem-se:

Cistite idiopática: é uma doença comum que provoca uma inflamação dolorosa na bexiga. A inflamação da bexiga provoca a eliminação de proteínas e sangue na urina, o que pode bloquear a uretra do gato macho. Trata-se de uma complicação que incorre em risco de vida.

Cálculos (pedras) na bexiga nos felinos: é um problema menos comum. Os gatos podem sofrer de diversos tipos de pedras na bexiga (as mais comuns sendo a estruvite e o oxalato de cálcio), capazes de provocar obstrução da uretra nos gatos machos.

Anomalias anatómicas: existe a possibilidade de o animal nascer com uma anatomia do trato urinário inferior anómala ou, por outro lado, de desenvolver anomalias em consequência de traumatismo. Os sintomas dependem da localização e do tipo de anomalia presente.

Infeção bacteriana do trato urinário: de ocorrência muito rara nos gatos que não apresentam outros problemas de saúde. Os gatos com doenças como diabetes ou doença renal podem ser mais suscetíveis a infeções, contudo, trata-se de uma causa primária muito rara para a DTUIF.

Idade, peso e stress: os gatos com excesso de peso e/ou os gatos idosos, bem como os gatos com um estilo de vida stressante, podem igualmente sofrer complicações urológicas. É sabido que a cistite idiopática piora com situações de stresse, como mudanças de casa, novos elementos felinos ou humanos no lar e até mesmo condições climatéricas adversas.

gato adulto de pelo às riscas a andar
Diagnóstico

Diagnóstico

 

O médico veterinário realiza alguns testes para confirmar o diagnóstico específico. Podem ser realizadas análises ao sangue para excluir problemas subjacentes e é recolhida uma amostra de urina para testar a presença de células inflamatórias, sangue e cristais, bem como para avaliar a concentração da urina.

 

Tratamento

 

Se o seu gato sofrer de obstrução da uretra, é necessária uma intervenção urgente do médico veterinário para remover o bloqueio. Com o animal sob forte sedação ou anestesiado, é introduzido um cateter urinário para remover a obstrução e permitir o fluxo regular de urina.

 

Pode ser necessário remover cirurgicamente os cálculos na bexiga e alguns tipos de pedras exigem alterações na dieta. Nos casos raros de infeção bacteriana, pode ser necessário receitar antibióticos.

A cistite idiopática constitui um desafio no que respeita ao tratamento e envolve alívio da dor, redução do stress e medicação. Mudar a dieta também pode ajudar a reduzir a concentração da urina.

Como pode ajudar?

A DTUIF constitui um desafio no que respeita ao tratamento e exige muita paciência. Pode ser necessário pensar na redução do stress no quotidiano do animal e também consultar um médico veterinário especialista comportamental no caso de verificar alterações significativas no comportamento do gato.

O seu médico veterinário pode recomendar a mudança para uma dieta especializada como PURINA® PRO PLAN® VETERINARY DIETS Feline UR St/Ox.

Partilhe com pessoas que conhece

EmailLinkedInFB