Escolher um cão de raça pequena

Exercício para cães de raça pequena

O verão é uma época maravilhosa para treinar o seu cão de raça pequena ao ar livre.
Apesar de ser necessário ter cuidado com a possibilidade de hipertermia Deve estar atento aos sinais de calor excessivo para se poder preparar e reagir em caso de emergência. Pode haver algum perigo em expor o seu cão a atividades ao ar livre, quando está calor. Quando um cão tem de se adaptar rapidamente a alterações de temperatura, entra em risco de hipertermia pela exposição ao calor.
Exercício para cães de raça pequena

 

Ao contrário dos humanos, os cães não regulam a temperatura corporal através da transpiração. Os cães apenas suam nas almofadas das patas. À medida que a temperatura corporal aumenta, o risco do calor excessivo ser desconfortável transforma-se numa situação potencialmente fatal. A maioria dos cães consegue controlar a sua temperatura corporal, exceto em situações em que a temperatura exceda um nível crítico. Em casos extremos, é possível um cão morrer de calor excessivo.

O primeiro sinal de hipertermia é a respiração ofegante. Apesar de ser uma solução imediata eficaz, a longo prazo, é um método pouco eficiente para diminuir a temperatura corporal, visto que ofegar consome energia e, como tal, gera calor adicional.

Um cão que sofra de hipertermia provocada pelo calor tem a respiração acelerada, procura sombra, não tem motivação e caminha de forma cambaleante. Esteja atento a mudanças na atitude do seu cão e, se observar algum dos seguintes comportamentos, pare todas as atividades e tente de imediato refrescar o seu cão enquanto aguarda cuidados veterinários:

  • Ofegar pesado e excessivo
  • Agitação
  • Baba em excesso
  • Desequilíbrio e falta de coordenação
  • Gengivas e língua de cor vermelha escura ou roxa
  • Ritmo cardíaco acelerado
  • Colapso ou convulsões

  •  

Um cão em hipertermia pode ser arrefecido esfregando com uma mistura de água fria e álcool nas patas dianteiras e na zona das virilhas. Não aplique álcool para friccionar se o cão tiver feridas abertas ou áreas inflamadas ou doridas. Tente fazer com que ele beba água fresca, mas sem o forçar, caso contrário, pode ter um efeito vasoconstritor.

Quando desfrutar do treino e exercício ao livre com o seu cão durante o verão, seja inteligente, consciente e proativo. Há coisas muito simples que fazem toda a diferença nas consequências para o seu cão de raça pequena.

Sugestões para treino e exercício durante o verão

Forneça bastante água fresca

Assegure que o seu cão tem sempre acesso ilimitado a água fresca. Durante o treino ao ar livre, leve água consigo para ajudar a manter o seu cão hidratado. A deficiência de água tem consequências gravíssimas para a saúde do animal e pode manifestar-se rapidamente. Encoraje o seu cão a beber ensopando a ração em água e dando-lhe cubos de gelo para lamber após o exercício. Um cão bem hidratado tem boa circulação e volume sanguíneo e encontra-se mais bem equipado para se ajustar ao esforço do exercício. Na praia, evite a água salgada porque faz o cão ter mais sede e desidratar mais depressa.

A sombra é importante

Assegure que o seu cão está protegido do calor e do sol. Se ele dormir no exterior, certifique-se de que a área fica à sombra, mas evite casotas fechadas. A sombra das árvores é o ideal, mas uma lona também é uma boa opção porque não impede a circulação do ar.

Nunca deixe o seu cão num carro estacionado

Mesmo com as janelas abertas e o carro estacionado à sombra, nunca deve deixar um animal de estimação fechado no carro. As temperaturas atingem rapidamente níveis perigosos que podem ser fatais. Quando a temperatura exterior é de 21 ºC, em 10 minutos o interior do carro chega aos 32 ºC e continua a aumentar.

Limite o exercício nos dias mais quentes

Os cães de raça pequena com excesso de peso e nariz curto têm um risco mais elevado de sofrerem de problemas derivados do calor durante o treino em dias quentes, pelo que deve sempre consultar o veterinário antes de iniciar um programa de exercício. Deve limitar o exercício nos dias mais quentes e ajustar a intensidade e duração conforme a temperatura exterior. Exercitar o seu cão de manhã cedo ou ao final do dia são opções sensatas. Certifique-se de que faz intervalos frequentes e evite as superfícies quentes, como o asfalto, que podem queimar as patas do seu cão.

Mantenha o seu cão fresco, por dentro e por fora

Experimente juntar gelo à água do cão e, se ele gostar de água, leve-o a nadar. Se o seu cão tolerar roupas, usar um colete de refrigeração é outra forma de o manter fresco. Se molhar essas roupas especificamente concebidas em água gelada, consegue manter o corpo do cão fresco (e, muitas vezes, seco) durante três dias. Outra alternativa é embrulhá-lo numa toalha molhada e fresca.

Não se esqueça do protetor solar para animais de estimação

Os cães com pelo branco e orelhas brancas em particular são muito mais suscetíveis ao cancro da pele. Certifique-se de que mantém as partes mais vulneráveis do corpo cobertas ou utilize protetor solar para animais de estimação nas pontas das orelhas, na barriga e noutras áreas com pouco pelo.

Considere cortar o pelo no verão.

Fale com o seu veterinário sobre as vantagens de um corte específico para o tempo quente. Por vezes, um corte rapado é a forma mais sensata de manter um cão de pelo longo fresco, durante os meses mais quentes. No entanto, algumas raças têm uma subcamada específica de pelo destinada a manter o cão fresco no verão e quente no inverno. Se a cortar, pode não voltar a crescer na íntegra.

Considere cortar o pelo no verão.

Fale com o seu veterinário sobre as vantagens de um corte específico para o tempo quente. Por vezes, um corte rapado é a forma mais sensata de manter um cão de pelo longo fresco, durante os meses mais quentes. No entanto, algumas raças têm uma subcamada específica de pelo destinada a manter o cão fresco no verão e quente no inverno. Se a cortar, pode não voltar a crescer na íntegra.

Pratique prevenção de parasitas

Certifique-se de que o seu cão não tem parasitas externos, como pulgas e carraças. É obrigatório escová-lo regularmente, em especial no verão.

Conserve a sua casa fresca e confortável

Disponha de áreas com temperaturas diferentes em casa para o conforto do seu cão. Assegure que lhe dá liberdade de movimentos para se deslocar por essas zonas, para que possa escolher onde se sente mais confortável. Não dependa de uma ventoinha para refrescar o seu animal de estimação. Os cães transpiram principalmente nas almofadas das patas e, por isso, as ventoinhas não são muito eficazes.

Meça a temperatura do cão para ver se ele sofre com o calor

Disponha de áreas com temperaturas diferentes em casa para o conforto do seu cão. Assegure que lhe dá liberdade de movimentos para se deslocar por essas zonas, para que possa escolher onde se sente mais confortável. Não dependa de uma ventoinha para refrescar o seu animal de estimação. Os cães transpiram principalmente nas almofadas das patas e, por isso, as ventoinhas não são muito eficazes.

O alimento certo para o seu cão de raça pequena
O alimento certo para o seu cão de raça pequena
O seu cão de raça pequena é um companheiro sem igual, cheio de energia, divertido e curioso. Apesar da sua grande personalidade, é mais pequeno que os outros cães e, portanto, tem necessidades diferentes.
Descubra a gama