Devo manter o meu gato dentro de casa?

gato adulto de pelo às riscas e gatinho com a mesma pelagem juntos

Devo manter o meu gato dentro de casa?

gato adulto de pelo às riscas e gatinho com a mesma pelagem juntos

Devo manter o meu gato dentro de casa?

gato adulto de pelo às riscas e gatinho com a mesma pelagem juntos
July 31, 2018

Devo manter o meu gato dentro de casa?

A maioria dos donos na Europa dão aos seus gatos a liberdade de sair de casa, outros optam por lhes dar um estilo de vida exclusivamente

indoor (dentro de casa). Este artigo analisa alguns dos prós e contras de cada abordagem.

As vantagens de viver dentro de casa


Foi apenas na década de 50, com a chegada da caixa de areia, que os donos puderam facilmente escolher um estilo que permitisse que os gatos saíssem ou não de casa. Desde então, descobriu-se que os gatos que vivem dentro de casa gozam de maior longevidade que os gatos que são autorizados a sair para o exterior. É assim porque os gatos que vivem dentro de casa enfrentam um risco reduzido de:

Roubo:

tem aumentado o roubo de gatos de

pedigree

  • valioso.

Se perderem:

  • os gatos que vivem no exterior podem ficar presos em garagens, anexos ou chassis dos carros.

Acidentes rodoviários:

  • esta é uma das maiores causas de morte nos gatos, especialmente nos gatinhos mais novos que ainda não aprenderam os perigos do trânsito.

Predadores:

  • os gatos que vivem dentro de casa estão naturalmente protegidos contra raposas e restantes predadores.

Lutas:

  • a menos que se zanguem com os companheiros de casa, os gatos que vivem no interior não se envolvem em lutas de rua com outros gatos ou cães.

Envenenamento:

  • apesar de ser raro, é possível que os gatos ingiram acidentalmente substâncias venenosas, como anticongelante ou veneno dos ratos.

Doenças infeciosas:

  • muitas doenças infeciosas apenas podem ser transmitidas de gato para gato através de contacto próximo. Manter o gato dentro de casa protege-o desses perigos. Contudo, alguns organismos e parasitas podem ser transportados para o interior nos sapatos ou roupas dos humanos. É importante que os gatos que vivem no interior também precisem de ser vacinados e desparasitados para se manterem saudáveis.

À medida que o seu gato envelhece, pode naturalmente escolher um estilo mais de interior. Alguns gatos mais idosos podem preferir o conforto e segurança de passar o dia inteiro em casa.

 

gato adulto de pelo às riscas a andar
gato adulto de pelo às riscas a comer PRO PLAN NUTRISAVOUR

Os benefícios de uma vida no exterior


Apesar das vantagens da vida dentro de casa, também há benefícios em deixar o gato sair. A principal vantagem prende-se com a saúde mental e bem-estar do animal. Os gatos estão programados para caçar, marcar território e utilizar os seus sentidos apurados de olfato, audição, toque e visão na perseguição e caça das suas presas. Permitir que o gato saia permite que expresse o comportamento felino normal de forma integral, sendo talvez por isso que os gatos que vivem no exterior sofram menos de doenças mentais ou problemas comportamentais do que os gatos que vivem exclusivamente dentro de casa. Como se exercitam mais, os gatos que vivem no exterior são menos propensos à obesidade e às preocupações de saúde associadas.

A escolha é sua!


Com prós e contras em ambos os lados, não há certo ou errado quando se trata de escolher um estilo de vida interior ou exterior para o seu gato. O que quer que decida, o mais importante é fornecer ao seu gato cuidados de alta qualidade, boa nutrição e muitos estímulos para o seu bem-estar mental.

Partilhe com pessoas que conhece

EmailLinkedInFB