A alimentação do seu gatinho

Tem um novo membro na sua família – parabéns! Agora que já tem o seu gatinho em casa, deve estar a questionar-se como pode ajudá-lo a crescer forte e saudável.
A alimentação do seu gatinho
A alimentação do seu gatinho
A alimentação do seu gatinho

Conheça as opções de alimentação para o seu gatinho

Pode parecer que existem inúmeras opções de escolha, mas as boas notícias são que seja qual for a condição e o estilo de vida do seu gatinho, uma alimentação própria para gatinhos é o mais correto para ele.

Uma alimentação com uma fórmula especial para gatinhos deverá conter níveis elevados de proteína para sustentar o seu desenvolvimento saudável, bem como níveis elevados de minerais essenciais, como cálcio, fósforo, magnésio, zinco e ferro, para ajudar a formar ossos e dentes fortes.

A menos que o seu gato esteja a seguir uma dieta especial recomendada pelo veterinário para gerir uma condição clínica, a escolha do tipo de ração (seca ou húmida) é altamente subjetiva e depende de si (e do seu gatinho claro!).

A alimentação do seu gatinho
Purple food bowl icon

Alimentação Seca

  • A alimentação seca além de ser fácil de medir é muito conveniente, pois ao ter um prazo de validade alargado permite guardar durante mais tempo.
  • Este tipo de alimentação ajuda a manter os dentes do seu gatinho saudáveis. Ao mastigar ativamente permite a remoção da placa dos dentes, especialmente em gatinhos mais velhos.
  • Os croquetes mais pequenos, específicos de uma alimentação para gatinhos, tornam mais fácil mastigar e engolir.
Orange food bowl icon

Alimentação Húmida

  • A alimentação húmida contém um aroma mais forte e uma textura mais mole que a alimentação seca, o que a torna a preferida de alguns gatinhos.
  • A alimentação húmida em doses individuais (em saquetas ou em terrines) é muito prática, pois dá ao seu gatinho uma refeição fresca e extremamente fácil de servir.
  • Com este tipo de alimentação o seu gatinho irá ingerir naturalmente uma maior quantidade de água

Saiba mais sobre Alimentos PURINA®.

Como alimentar o seu gatinho

Os gatos são animais de hábitos, por isso quanto mais cedo ele entrar numa rotina mais fácil será para si e para ele.

Alimente o seu gatinho todos os dias à mesma hora e no mesmo local, um sítio calmo onde ele possa relaxar e longe da sua liteira.

Escolha uma superfície que possa ser facilmente limpa ou use um tapete por baixo do comedouro (use sempre um comedouro limpo). Alguns gatinhos podem preferir comer de um comedouro raso ou de um pires – isto pode também ajudar a desacelerar os gatinhos que comem demasiado rápido.

Se tiver mais que um gatinho, garanta que os seus comedouros estão a uma distância razoável para evitar o confronto. Se os seus gatinhos não se derem bem, terá mesmo que encontrar zonas completamente separadas para os alimentar e assim evitar conflitos.

Quando se trata de alimentar o seu gatinho, tente servir o alimento húmido (latas/terrines/saquetas) à temperatura ambiente, pois o cheiro é mais atrativo para eles e mais fácil de digerir. O que significa que o deve retirar do frigorífico uma hora antes ou usar o microondas para o aquecer – garanta apenas que não está quente de mais!

Alimentação Húmida

A alimentação húmida deixa de estar fresca rapidamente e podem desenvolver-se bactérias, por isso evite deixá-la aberta. Depois de aberta, não a guarde mais de 24 horas, mesmo que seja no frigorífico.

icone roxo excesso de peso

A alimentação seca, por outro lado, pode ficar aberta durante o dia sem se estragar. Guarde-a num ambiente seco e limpo, idealmente num recipiente hermético ou numa caixa reutilizável, para a manter saborosa e preservar os seus aromas.

Os seus gatinhos podem estar a crescer rápido e podem também parecer ter um elevado apetite – mas os seus olhos podem ser maiores que os seus pequenos estômagos! Aqui estão algumas dicas para o ajudar a saber com que quantidade deve alimentar o seu gatinho.

  • Quatro pequenas refeições por dia são ideais desde que um gatinho deixa de mamar. Se o seu estilo de vida não lhe permite alimentá-los quatro vezes por dia, dê-lhes três vezes, mas deixe de fora algum alimento seco como um lanche. Idealmente, dê-lhes alimentação seca – o que significa que não terá que se preocupar por estar fora durante todo o dia, uma vez que esta não se irá estragar.
  • À medida que crescem, deve reduzir as refeições para três vezes ao dia. Com apenas seis meses de idade, o seu gato pode ser alimentado com duas refeições por dia. Lembre-se que os gatos estão habituados a comer pouco, mas regularmente, ao contrário dos cães, eles precisam de ser alimentados mais do que uma vez ao dia.
  • Leia sempre a dose diária recomendada na embalagem da alimentação do seu gatinho, mas lembre-se que é apenas uma referência. Pode verificar com a equipa PURINA se não souber que quantidade lhe dar. O mais importante é que o seu gatinho se mantenha em forma com uma condição corporal saudável. Use a nossa FERRAMENTA DE CONDIÇÃO CORPORAL para monitorizar a condição do seu gatinho e confirme sempre com o seu veterinário se achar está abaixo ou com excesso de peso.
Kitten food amounts diagram

Os alimentos completos são elaborados de maneira a não precisar de dar ao seu gatinho nenhum suplemento, pois estes têm todos os nutrientes que ele necessita. Alguns alimentos como os snacks e outros à base de peixes/carnes (alimentos complementares) não são nutricionalmente equilibrados. Se estiver a alimentar o seu gatinho com alimentos complementares, confirme que ele está também a receber uma dieta equilibrada, com um alimento completo.

Dar ao seu gatinho guloseimas pode parecer fantástico para criar uma ligação entre os dois, mas como o seu gatinho está ainda a crescer, existem algumas questões em dar-lhe estes mimos.

Os restos das suas refeições não são aconselháveis para o seu gatinho. A alimentação humana tende a ser rica, com um elevado valor calórico, mas com poucos nutrientes necessários para o seu gatinho. De facto, alguma dessa alimentação pode ser perigosa e até provocar-lhe distúrbios digestivos.

É melhor esperar até o seu gatinho ser mais crescido para lhe dar snacks e ter em atenção se os snacks são indicados para gatinhos. Nessa altura tenha em consideração que estes não devem representar mais de 10-15% das suas necessidades calóricas diárias (deve reduzir as refeições nestas quantidades).

A alimentação do seu gatinho

Se o seu gato virar as costas à sua alimentação, não se assuste! Muitos gatinhos têm texturas e sabores preferidos e rapidamente se recusam a comer se algo mudar. Se o seu gatinho de repente virar as costas ou recusar comer, marque uma consulta no veterinário pois pode ser um sinal de alerta. Pode encorajar um gato com apetite caprichoso a comer através de:

  • Alterar a hora de o alimentar. Até o resto da família já ter comido e alimentá-lo numa área calma, longe do stress e ruído. Pode também tentar alterar a alimentação húmida para seca ou usar um sabor diferente.
  • Garantir que o comedouro está limpo e que o alimento seco está em condições de frescura.
A alimentação do seu gatinho

Garantir que o seu gatinho está hidratado é tão importante como alimentá-lo com a alimentação correta – isto é especialmente verdade se alimentar o seu gatinho com alimento seco.

  • Garanta que o seu gatinho tem sempre acesso a água fresca e limpa, mas evite colocar o seu alimento e a água no mesmo local e garanta também que a água e o alimento estão bem afastados da liteira.
  • Garanta que o comedouro que usa é suficientemente baixo para gatinhos e confortável para se beber. Um comedouro de cerâmica é o ideal – alguns gatinhos não gostam dos reflexos quando bebem de um comedouro de metal.
  • Se o seu gatinho parecer distante da água, tente um comedouro maior, pois alguns gatinhos não gostam que seus bigodes toquem nas bordas.
  • Os gatinhos não precisam de leite após o desmame, por isso não utilize o leite como um substituto da água. De facto, os gatinhos e os gatos mais velhos podem ser intolerantes ao açúcar do leite, o que pode causar-lhes diarreia. Até as fórmulas específicas de leite para gatinhos devem ser consideradas um alimento ou guloseimas e não uma bebida – se der leite específico ao seu gatinho, garanta que é indicado para o estômago delicado dos gatinhos.
gatinho a beber agua

Como alterar o alimento do seu gatinho

O sistema digestivo do seu gatinho pode ser muito sensível – por isso é melhor evitar alterar a sua alimentação, exceto quando é absolutamente necessário, para evitar distúrbios digestivos.

Para manter o seu novo gatinho feliz e saudável, é melhor dar-lhe o alimento que o criador ou o centro de acolhimento dava, exceto quando o alimento não é nutricionalmente equilibrado. Se o seu gatinho ficar doente, recusar alimento subitamente ou começar a comer menos, consulte o seu veterinário.

  • Ofereça ambos os alimentos (novo e antigo) separadamente para deixar o seu gatinho provar cada um separadamente.
  • Quando ele tiver experimentado, misture um bocadinho do novo alimento no antigo.
  • Durante 7-10 dias, aumente proporcionalmente até o alimentar exclusivamente com o novo alimento. Faça-o lentamente – em alguns casos a mudança pode demorar mais tempo.
  • Se a dieta do seu gatinho necessitar de mudar por razões de saúde, deve consultar o seu veterinário para saber a melhor maneira e altura para o fazer.

Se estiver a mudar de alimentação húmida para seca, lembre-se que o seu gatinho vai mastigar mais ativamente, vai precisar de mais água e pode fazer repetidas visitas ao seu comedouro em vez de comer de uma vez só. A alimentação seca dá ao seu gatinho mais energia que a alimentação húmida, por isso pode precisar de dar ao seu gatinho mais alimento húmido para ter a mesma quantidade de calorias. Qualquer que seja a idade do seu gato, deve garantir que ele tem sempre água fresca sempre limpa à sua disposição.

Quando começar a dar alimentação para gatos adultos ao meu gatinho

A alimentação do seu gatinho

Os gatinhos podem parecer adultos aos 6-8 meses, mas na verdade eles ainda não são! Os seus ossos estão ainda a desenvolver-se e o seu organismo precisa ainda de muitos nutrientes. Continue a alimentá-los com uma alimentação específica para gatinhos até eles terem 12 meses. A partir dessa altura, pode alterar a alimentação para uma fórmula para gatos adultos. Veja o nosso guia de alimentação para um gato adulto para mais informação.

Marcas Purina para gatinhos

Como resultado dos últimos avanços científicos de qualidade, sabor e nutrição, a Purina produz muitas das marcas líderes de alimentação húmida e seca para gatinhos. Só assim é possível garantir uma variedade de receitas e formatos adaptados a cada etapa e estilo de vida do seu gatinho.

Saiba mais sobre Alimentos PURINA®.

Veja mais sobre a alimentação Purina para gatinhos