Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Spaniel Japonês (Chin)

Spaniel Japonês (Chin)

O Spaniel Japonês é um cão miniatura delicado que, em adulto, pesa 2-3kg e mede 20-27cm. Com uma aparência aristocrática e elegante, tem uma pelagem abundante, comprida, lisa, suave e acetinada. A pelagem pode ser preta e branca, ou vermelha e branca.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos inexperientes
  • Necessidades de treino básicas
  • Gosta de passeios tranquilos
  • Gosta de dar passeios de meia hora por dia
  • Cão muito pequeno
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo dia sim dia não
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão pouco vocal
  • Não é um cão de guarda
  • Cão perfeito para viver com outros animais
  • Cão perfeito para famílias

Características

Esperança Média de Vida: 12-14 anos
Peso em Adulto: 2-3kg
Altura:  20-27cm
Cores: Preto e branco ou vermelho e branco que inclui todos os tons de vermelho de zibelina até limão. Tricolor não é permitido nem manchas brancas dentro das marcas coloridas
Porte:  Pequeno

Avaliação

Adequado para Famílias: 3/5
Necessidade de Exercício: 2/5
Fácil de Treinar: 3/5
Tolerância para ficar sozinho: 1/5
Sociável com outros animais: 3/5
Nível de Energia: 2/5
Escovagem e Higiene: 2/5
Queda de Pelo: 3/5
Japonês Chin em pé na relva

Personalidade

Criado durante séculos para ser cão de companhia, o Spaniel Japonês é um cão pequeno feliz, gentil e carinhoso que gosta da companhia dos donos e detesta ficar sozinho por longos períodos de tempo. Gosta de conviver com crianças, mas o seu tamanho adequa-se mais a um lar com crianças mais velhas para evitar circunstâncias acidentais.

Chin japonês com flores amarelas

História e Origem

País de Origem: Japão

Presume-se que a antiga raça canina Spaniel Japonês é oriunda da China, provavelmente chegando ao Japão como uma oferta ao Imperador vindo da corte real chinesa. Como cães de companhia, foram reproduzidos em tamanho pequeno para caberem nas mangas dos kimonos das damas aristocratas e da socidade nobreza. Alguns cães foram oferecidos como prendas a embaixadores régios, e os marinheiros portugueses introduziram eventualmente alguns Spaniels Japoneses na Europa durante o século XVII, mas quando começaram a ser vistos entre meados a finais do século XIX, rapidamente se tornaram muito procurados.