Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Malamute do Alasca

Principais características da raça de cães Malamute do Alasca

Uma aparência que faz lembrar um lobo, o Malamute é um cão de porte grande, imponente que apresenta algumas características típicas de um Spitz (cauda geralmente curvada por cima do dorso, uma pelagem muito espessa, orelhas eretas, e uma cabeça em forma de cunha. 

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos experientes
  • Necessário algum treino
  • Gosta de passeios exigentes onde gaste muita energia
  • Gosta de dar passeios de mais de duas horas por dia
  • Cão grande
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo dia sim dia não
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão muito vocal
  • Cão de guarda. Ladra e alerta para situações de perigo
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças

Características

Esperança Média de Vida: 12–15 anos
Peso em Adulto: 34–39kg
Altura: 58–64cms
Cores: A pelagem pode apresentar várias cores e tonalidades – desde o branco e cinza claro ao preto, e desde o dourado ao vermelho e cor de fígado com manchas.
Porte: Grande

Avaliação

Adequado para Famílias: 4/5
Necessidade de Exercício: 5/5
Fácil de Treinar: 4/5
Tolerância para ficar sozinho: 1/5
Sociável com outros animais: 2/5
Nível de Energia: 5/5
Escovagem e Higiene: 3/5
Queda de Pelo: 5/5
Raças de cães - Cão de raça Malamute do Alasca a olhar

Personalidade

Pode assemelhar-se a um lobo, mas não age como tal! O cão Malamute é um cão muito afetuoso, amigável, mas talvez não seja a raça ideal para um dono inexperiente. Adora escavar e uivar e caçar pequenos animais peludos – sejam eles esquilos, gatos ou cães pequenos. É essencial uma socialização precoce e um treino contínuo durante toda a sua vida – inclusivamente o treino de obediência.

Raças de cães - Cão Malamute do Alasca

História e Origem

País de Origem: Estados Unidos da América

Uma tribo Inuíte nómada no noroeste do Alasca, denominada Mahlemuts, desenvolveu esta raça para puxar cargas elevadas em condições climatéricas extremamente duras e para ajudar na caça. Partilha a sua linhagem com outras raças do Ártico, nomeadamente o Samoiedo e o Husky da Sibéria, apesar de não ter sido criado para ser rápido, mas sim para ser forte. Com o seu pelo de capa dupla, espesso, robusto  e resistente, não é de espantar que os Malamutes tenham intervindo em diversas expedições árticas – algo que poucas outras raças conseguem aguentar.