Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Husky Siberiano

Husky Siberiano

São cães de porte médio, cujas proporções indiciam um equilíbrio de poder, velocidade e resistência. Com uma pelagem dupla de comprimento médio, orelhas eretas e uma cauda felpuda. Esta raça surge em todas as cores e manchas, incluindo o branco, com padrões marcantes.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos experientes
  • Necessário muito treino
  • Gosta de passeios exigentes onde gaste muita energia
  • Gosta de dar passeios de uma a duas horas por dia
  • Cão médio
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo diária
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão conversador e vocal
  • Cão de guarda. Ladra e alerta para situações de perigo
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças

Características

Esperança Média de Vida: 12–15 anos
Peso em Adulto: 16–27kg
Altura: 51–60cm
Cores: Esta raça surge em todas as cores e manchas, incluindo o branco, com padrões marcantes
Porte: Médio

Avaliação

Adequado para Famílias: 5/5
Necessidade de Exercício: 5/5
Fácil de Treinar: 2/5
Tolerância para ficar sozinho: 1/5
Sociável com outros animais: 5/5
Nível de Energia: 5/5
Escovagem e Higiene: 3/5
Queda de Pelo: 4/5
Husky sentado ao lado do dono

Personalidade

Estes cães são conhecidos pelo seu temperamento e sociabilidade, isto significa que, por natureza, não são bons cães de guarda. Gostam e necessitam de companhia e não devem ficar sozinhos durante longos períodos de tempo ou tornar-se-ão muito destrutivos. Não costumam ser agressivos com os seus congéneres, mas são caçadores ávidos e eficientes, pelo que o contacto com outros animais domésticos requer a devida socialização. Não ladram com frequência, porém uivam quando exercitam qualquer atividade que lhes agrade!

Husky na floresta

História e Origem

País de Origem: Russia

Durante o século XIX, o povo Chuckchi do Rio Kolyma na Sibéria recrutou o Husky Siberiano para os seus trabalhos quotidianos. O temperamento refinado da raça pode ser atribuído ao ótimo tratamento que o povo Chukchi lhe deu. Como os trenós de cães constituiam os principais meios de transporte, estes huskies eram extremamente importantes para os nativos. Os primeiros Huskies da Sibéria chegaram ao Alasca no início do século XX, ainda conhecidos como Chukchis. Nessa altura, as corridas de trenós tornaram-se populares e a velocidade da raça conquistou a admiração dos donos dos cães de corrida na América, tendo-os rebatizado como Husky Siberiano.