Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Dálmata

Dálmata

A raça destaca-se devido à sua singular pelagem curta, elegante e lustrosa com manchas. As manchas podem ser pretas ou de cor de fígado sobre um fundo branco. O Dálmata apresenta uma estrutura aparentemente quadrada, mostrando serem cães fortes, musculosos e bem equilibrados. Os Dálmatas adultos pesam entre 23-25kg. Os machos adultos medem entre 58-61cm e as fêmeas 56-58cm.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos experientes
  • Necessário algum treino
  • Gosta de passeios exigentes onde gaste muita energia
  • Gosta de dar passeios de mais de duas horas por dia
  • Cão grande
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo dia sim dia não
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão conversador e vocal
  • Cão de guarda. Ladra, alerta para situações de perigo e protege fisicamente se necessário.
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças

Características

Esperança Média de Vida: 10–13 anos
Peso em Adulto: Adult Dalmatians weigh 23–25kg
Altura: Adult males stand at 58–61cm and adult females 56–58cm
Cores: Casacos manchados. As manchas podem ser pretas ou fígado em um fundo branco
Porte: Grande

Avaliação

Adequado para Famílias: 5/5
Necessidade de Exercício: 5/5
Fácil de Treinar: 4/5
Tolerância para ficar sozinho: 3/5
Sociável com outros animais: 4/5
Nível de Energia: 5/5
Escovagem e Higiene: 4/5
Queda de Pelo: 5/5
Dálmatas

Personalidade

Os Dálmatas são amistosos e extrovertidos, mas se não tiverem exercício suficiente podem tornar-se hiperativos. Os Dálmatas são dedicados e leais e querem sempre agradar; apreciam estar acompanhados e andar na palhaçada. Contudo, a sua força e resistência pode ser, por vezes, um desafio demasiado grande para alguns donos. Normalmente, os Dálmatas só se mostram mais calmos a partir dos dois anos de idade – por vezes mais tarde!

Dálmatas

História e Origem

O Dálmata é uma raça antiga, datando de 2 000 a.C. quando se fez referência de cães com manchas em frisos e tábuas gregas, mostrando-os a trabalhar com carroças de combate em Roma, no Egito e na Grécia antiga. Foram encontrados alguns registos muito antigos da raça na Dalmácia, Jugoslávia, de onde o nome origina. Os dálmatas foram utilizados como cães de guerra, em patrulhas de fronteiras, como puxadores de carroças, pastores de ovelhas, cães de caça, artistas de circo e, obviamente, como cães de treino. Qualquer que seja a sua origem, os Dálmatas trabalham com cavalos desde, pelo menos, a Idade Média.