Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Pointer

Pointer

O Pointer é um cão musculoso e gracioso. A sua característica peculiar é a postura típica de um Pointer com a cauda e as patas dianteiras levantadas e com a cabeça erguida e orgulhosa direcionada para as presas. A sua pelagem é sedosa, lisa e curta, muito brilhante com diversas cores.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos com alguma experiência
  • Necessário algum treino
  • Gosta de passeios exigentes onde gaste muita energia
  • Gosta de dar passeios de mais de duas horas por dia
  • Cão grande
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo uma vez por semana
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão pouco vocal
  • Não é um cão de guarda
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Cão perfeito para famílias

Características

Esperança Média de Vida: 12–17 Anos
Peso em Adulto: 26–30kg
Altura: 61–69cm
Cores: Preto, preto e branco, limão, limão e branco, laranja, laranja e branco. Podem ter pontos pretos e autocoloridos e marcações marcadas.
Porte: Médio

Avaliação

Adequado para Famílias: 5/5
Necessidade de Exercício: 5/5
Fácil de Treinar: 5/5
Tolerância para ficar sozinho: 1/5
Sociável com outros animais: 5/5
Nível de Energia: 5/5
Escovagem e Higiene: 3/5
Queda de Pelo: 3/5
Ponteiro em pé e a olhar para a frente

Personalidade

Os Pointers são cães de trabalho muito populares. Enquanto animais de estimação, são amigáveis e carinhosos, gostam de conviver com outros cães e animais de estimação domésticos se tiverem sido introduzidos precocemente. Gostam de participar em todos os assuntos familiares. Não são os cães de guarda ideais na presença de estranhos, porque todos são bem-vindos, contudo anunciam a presença de visitas.

Busca de ponteiro

História e Origem

País de Origem: Inglaterra

A origem da raça canina Pointer é controversa: não se sabe se descendem de Pointers Espanhóis ou de Pointers Continentais. Certo é que os Pointer Ingleses remontam ao século XVII, são uma raça nativa das Ilhas Britânicas, sendo utilizados como "apontadores" para a caça. Estes cães primitivos trabalhavam com galgos na caça à lebre. O Pointer como apontador na caça da lebre e os galgos apanhavam e traziam as presas. No início do século XVIII, a caça às aves tornou-se popular e foi aqui que as suas verdadeiras capacidades sobressaíram. Até hoje, os Pointers são excecionais cães de caça.