Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Bichon Havanês

Bichon Havanês

O Bichon Havanês pode ser uma raça miniatura, mas em termos de estrutura é muito resistente. Ligeiramente mais comprido do que alto, os cães adultos medem entre 23-28cm e pesam aproximadamente 3-6kg. Tem uma pelagem abundante, macia e acetinada com a cauda curvada sobre o dorso como uma pluma. A pelagem pode apresentar diversas cores ou em cores combinadas.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos inexperientes
  • Necessidades de treino básicas
  • Gosta de passeios tranquilos
  • Gosta de dar passeios de meia hora por dia
  • Cão muito pequeno
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo diária
  • Raça hipoalergénica
  • Cão conversador e vocal
  • Cão de guarda. Ladra e alerta para situações de perigo
  • Cão perfeito para viver com outros animais
  • Cão perfeito para famílias

Características

Esperança Média de Vida: 13-15 anos
Peso em Adulto:  3-6kg
Altura 23-28cm alto
Cores:  Qualquer cor ou combinação de cores é aceita, exceto merles
Porte:  Pequeno

Avaliação

Adequado para Famílias: 5/5
Necessidade de Exercício: 3/5
Fácil de Treinar: 5/5
Tolerância para ficar sozinho: 1/5
Sociável com outros animais: 5/5
Nível de Energia: 3/5
Escovagem e Higiene: 2/5
Queda de Pelo: 2/5
Cachorro parado no meio da floresta

Personalidade

O Bichon Havanês é um cão animado, extrovertido, amigável e carinhoso. Tal como seria de esperar de uma raça miniatura, adora conviver com pessoas – incluindo crianças. Se o quer ver feliz, não o deixe sozinho durante grandes períodos de tempo. Este cão pequeno brincalhão não é apenas um "biblô decorativo", ele também gosta de treinar e de aprender coisas novas.

Cachorro parado no parque

História e Origem

A raça canina Bichon Havanês pertence à família dos Bichons, que inclui o Bichon Frisé, Bichon Bolonhês, o Coton de Tuléar, o Pequeno Cão Leão e o Bichon Maltês. Um cão branco e pequeno encontrado inicialmente na região do Mediterrâneo e espalhado pelos comerciantes pelo mundo, onde se desdobrou em diferentes raças. Quando chegou a Cuba, desenvolveu-se no Bichon Havanês e tornou-se o cão de colo da aristocracia antes de ser adotado pelos cidadãos Cubanos comuns.