Alimentos e Substâncias Perigosas

O carácter explorador do seu gato é um dos aspetos que o torna tão especial, mas por vezes significa que tem que estar atento para o manter livre de perigo.
Jack Russell looking up
Jack Russell looking up
Jack Russell looking up

A curiosidade natural do seu gato leva-o a estar sempre a explorar. Seja a vaguear o fantástico mundo exterior ou a escalar todos os cantos e recantos da sua casa, não há forma de saber o que irá ele encontrar na sua próxima aventura. Em casa e no jardim há muitos alimentos e substâncias não alimentares, incluindo plantas, que podem envenenar o seu amigo felino. Algumas destas substâncias são óbvias, mas outras parecem totalmente inocentes.

Por exemplo, o seu gato poderá gostar do aspeto de um snack que acabou de comer ou de um medicamento, mas estas substâncias, apesar de serem inofensivas para nós, podem ser venenosas para ele e, em alguns casos, até colocar em risco a sua vida. Muitos químicos que são utilizados de forma regular em casa, tais como detergentes, podem ser também perigosos se a curiosidade do seu gato o levar a colocar as patinhas na embalagem.

Minimizar o risco para o seu gato

Manter a sua casa e jardim seguros é, acima de tudo, uma questão de senso comum. Não deixar coisas abertas e facilmente acessíveis, por exemplo, se puderem ser confundidas com um snack apetitoso. As dicas seguintes poderão ajudá-lo a manter o seu gato seguro e longe de perigo.

Blue icon

Medicamentos:

O seu gato apenas deve tomar medicamentos que tenham sido prescritos por um veterinário, que é a pessoa habilitada para ajudar o seu gato a sentir-se melhor. Muitos medicamentos que os humanos podem tomar de forma segura são venenosos para os gatos, pelo que nunca deve experimentar dar-lhes. É também importante ter em atenção que alguns medicamentos dados aos cães podem ter efeitos adversos se o seu gato os tomar.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance do seu gato, de preferência em armários fechados. Analgésicos, remédios para resfriados, vitaminas e medicamentos para emagrecimento são exemplos comuns de medicamentos para humanos, que podem ser venenos potencialmente letais para gatos, até em doses pequenas.

Se o seu gato tem pulgas, antes de comprar ou utilizar produtos para as combater, contacte o seu veterinário para saber quais os mais adequados. Leia toda a informação antes de utilizar um produto no seu gato ou em sua casa e siga sempre as instruções indicadas no rótulo para garantir que ele se mantem sempre a salvo. Quando utilizar um spray em casa, certifique-se que retira todos os seus animais de companhia da área afetada, pelo período de tempo indicado na embalagem. Se tem dúvidas sobre a utilização de um determinado produto, contacte a empresa produtos ou o seu veterinário, antes da sua utilização.

Em casa:

Não deixe o seu gato entrar em áreas onde tenham sido utilizados ou armazenados produtos de limpeza. Alguns detergentes ou produtos de limpeza podem apenas provocar distúrbios digestivos no seu gato, enquanto que outros funcionam como veneno e podem provocar graves queimaduras na língua, boca e estomago do seu gato, podendo em alguns casos ser fatal.

Muitos produtos comuns em casa são venenosos para os gatos, mesmo que não pareçam perigosos. Mesmo em pequenas quantidades podem ser muito tóxicos. Não há necessidade de os remover totalmente de casa, mas esteja atento para garantir que o seu gato não decide brincar com eles! Estes produtos incluem:

  • Moedas (devido à sua grande concentração de zinco)
  • Bolas de naftalina
  • Óleos com fragâncias
  • Folhas de amaciador
  • Detergentes para lavar a loiça na máquina (que contêm detergentes catiónicos que podem provocar lesões corrosivas)
  • Baterias (que contêm ácidos ou produtos alcalinos que podem também causar lesões corrosivas)
  • Plasticina (que contém uma grande quantidade de sal)
  • Fontes de calor como aquecedores para pés e mãos (que contêm grandes níveis de ferro)
  • Cigarros
  • Café em grão
  • Bebidas alcólicas.

É também importante ter cuidado quando utilizar poluentes, que potencialmente possam afetar a saúde, em casa porque o seu gato pode andar a passear pela casa a qualquer momento. Estes poluentes incluem vapor de produtos de limpeza, tais como agentes de limpeza, pesticidas, tintas, vernizes e também fungos encontrados no ar-condicionado, condutas de ar, filtros e humificadores.

Quando remover tinta tenha muito cuidado e limpe de imediato e minuciosamente. Outros materiais que contêm chumbo e que podem atrair o seu gato incluem compostos de tinta, linóleo e calafetagem à base de chumbo.

Se é possível que o seu gato tenha entrado em contacto com alguma destas substâncias, esteja atento a quaisquer sinais de doença. Os sintomas de envenenamento nos gatos e sinais de ingestão de substâncias tóxicas incluema vómitos, diarreia ou obstipação, perda do apetite, descoordenação muscular, cegueira ou até convulsões. Se está com dúvidas é melhor contactar o seu médico veterinário.

No jardim e na garagem:

O seu gato adora brincar na “selva” (mais conhecido por “seu jardim”!), mas quando tratar a relva ou o jardim com fertilizantes, herbicidas ou inseticidas, mantenha o seu gato sempre longe da área tratada até que tenha secado totalmente. Se tem dúvidas, deve esclarecer a utilização destes produtos com a empresa produtora, que deverá saber indicar-lhe se são ou não seguros para animais de companhia. Guarde sempre estes produtos numa zona à qual o seu gato não tenha acesso porque são venenosos para os gatos.

Quando utilizar veneno para ratos, armadilhas para formigas ou para baratas, ou veneno para caracóis e lesmas, coloque os produtos em zonas inacessíveis ao seu gato – não quer que ele coloque qualquer patinha ou que ingira alguma substância má para ele. Os produtos utilizados nos carros, tais como óleo, petróleo e líquido anti-congelação devem ser guardados de forma adequada fora do alcance. Qualquer quantidade de líquido anti-congelação (que contém etileno glicol) pode ser não só venenoso para os gatos, como fatal.

No que diz respeito ao seu jardim, há também algumas plantas que não são boas para o seu gato. Verifique a nossa lista para determinar se o seu jardim é ou não seguro.

Plantas potentialmente venenosas para animais de companhia

Tal como produtos comuns em casa e no jardim, que poderam cativar o seu gato, há também plantas venenosas para gato que existem frequentemente no jardim. Vigie cuidadosamente o seu gato se tiver estas plantas em casa ou no jardim e considere mesmo removê-las. Estas plantas incluem:

  • Aloe vera
  • Sementes de maçã
  • Alperce
  • Açafrão de Outono
  • Cerejeira (sementes e folhas murchas)
  • Narciso amarelo
  • Lírio da Páscoa
  • Plantas de folhas grandes em formato de coração
  • Hera inglesa, Hera venenosa, Hera do diabo e outras Heras
  • Dedaleira
  • Gerânio
  • Marijuana
  • Narciso
  • Oleandro
  • Lírio oriental
  • Pessegueiro (folhas murchas e
  • Prímula
  • Rododendro
  • Planta de tomate (fruta verde, caule e folhas)
  • Teixo
  • Amarílis
  • Azálea
  • Ave do Paraíso
  • Clematite
  • Cíclame
  • Eucalipto
  • Árvore da Borracha Indiana
  • Lírio do Vale
  • Visco Branco
  • Erva-moura
  • Cebola
  • Lírio da Paz
  • Poinsétia (baixa toxicidade)
  • Lírio Tigre
  • Figueira

Mais informação

O Serviço de informação veterinária de veneno (VPIS) é internacionalmente conhecido por ter informação sobre substâncias venenosas e é baseada em Londres. Apensar dos seus especialistas só tratarem de questões vindas diretamente de veterinários (e não donos de animais de companhia), o site do VPS tem muita informação útil.

Se tiver alguma preocupação sobre alguma potencial substância tóxica que o seu gato possa ter ingerido, deve sempre falar primeiro com o seu veterinário para obter conselhos e ajuda.

Mais vale prevenir do que remediar e, prestando alguma atenção aos produtos que tem em casa, conseguirá manter o seu gato fora de perigo.