7 cuidados que deve ter ao alimentar um gatinho

A nutrição é uma parte importante de cuidar do seu gatinho. Saiba a que deve estar atento quando alimenta o seu gatinho.
Como alimentar os gatinhos
Como alimentar os gatinhos
Como alimentar os gatinhos
Os gatinhos são adoráveis, mas também exigentes. Rapidamente se escondem, perseguem um pedaço de papel e respondem aos seus instintos sem darem qualquer sinal de aviso. De facto, se há um gatinho em sua casa, é provável que ele esteja tão ocupado a brincar com os atacadores dos seus sapatos, que nem note a forma como está a cuidar da sua saúde, segurança e felicidade. A nutrição é uma parte importante deste cuidado, pelo que deve ter em atenção os conselhos abaixo quando alimenta um gatinho.
Em primeiro lugar, uma nota breve sobre os gatinhos recém nascidos: os recém nascidos recebem toda a sua nutrição através do leite materno ou, se forem separados da mãe, de uma fórmula de leite de substituição para gatinhos. Eles podem também exigir outros cuidados especiais. O seu médico veterinário é o profissional mais adequado para lhe fornecer a melhor informação sobre como cuidar de gatinhos tão jovens.

1. Não mude de repente de uma dieta líquida para um alimento sólido

Quando o seu gatinho tiver entre 3 e 4 semanas de idade, experimente dar-lhe comida para gatinhos humedecida com água para ele começar a trincar. A preparação é fácil: misture apenas 1 porção de água morna (não quente) com 3 partes de comida para gatinhos seca ou húmida. Deve ficar com o aspeto de aveia. Durante as duas semanas seguintes, reduza gradualmente a quantidade de água e aumente a quantidade de comida para gatinho, diariamente, para ajudar a fazer a transição para o alimento seco.

2. Escolha uma comida para gatinhos 100% completa e equilibrada

Os gatinhos precisam de uma nutrição especial. Estão em crescimento e brincadeira constantes, o que significa que precisam de 2 a 3 vezes mais proteína, gordura e outros nutrientes, do que os gatos adultos. Leia a embalagem da sua comida para gatinho e garanta que está a dar ao seu gatinho um alimento que fornece uma nutrição 100% completa e equilibrada para gatinhos. Se tiver dúvidas, fale cm o seu médico veterinário.

3. Dê ao seu gatinho tempo para se habituar ao alimento

Ao início, ele pode brincar com a comida ou até meter-se dentro da taça. Se isto acontecer, lembre-se que:

1) Ele é um gatinho para quem tudo é um brinquedo

2) O conceito de comida ainda é estranho para ele.

Seja paciente, tenha um pano húmido sempre à mão para limpar oq eu for preciso e garanta que o seu gatinho se mantém aconchegado e seco.

4. Esteja atento à taça da comida

Quando servir comida húmida ou ração seca humedecida, substitua-a várias vezes ao dia. Até os gatinhos com grande apetite viram os seus narizinhos pequenos à comida que esteja exposta ao ar, durante muito tempo. A substituição frequente também reduz o risco de contaminação.

5. A taça de água é igualmente importante

A água não é alimento, mas é crucial nos cuidados que tem com a alimentação do seu gatinho. 70 a 80 porcento da massa corporal do seu gatinho é água. A água na comida húmida na ração seca humedecida, ajuda a manter o seu gatinho hidratado, mas não substitui o acesso a água limpa sempre à disposição, substituída pelo menos uma vez por dia.

6. Alimente o seu gatinho com comida para gatinhos húmida ou seca, desde as 7 semanas de idade, até completar 1 ano de idade

Quando o seu gatinho completar 8 ou 9 meses de idade, começará a parecer um gato totalmente adulto. Não se deixe enganar. Os gatinhos continuam a desenvolver-se ao longo do primeiro ano de idade, pelo que deve continuar a alimentá-lo com um alimento para gatinho, durante os primeiros 12 meses, antes de fazer a transição para uma ração para gatos adultos.

7. Esteja atento a sinais de doença, incluindo perda de apetite

Os gatinhos saudáveis adoram comer. Se notar que o seu gatinho não reage ou não demonstra interesse pela sua comida, consulte de imediato o seu médico veterinário. As primeiras semanas de vida de um gatinho podem testar o seu sistema imunitário e há um maior risco de doença. Garanta que o seu veterinário está a par da situação, em especial se o seu gatinho deixar de comer de repente.
Com estes conselhos sobre como alimentar um gatinho, pode ajudar a sua bolinha de pelo a receber toda a nutrição de que necessita para brincar e para crescer. Apenas uma última dica: tente aproveitar cada momento de alegria que o seu gatinho tem para lhe proporcionar! Sem se aperceber, o seu gatinho vai tornar-se num gato incrível.
Quando o seu gatinho completar 1 ano de idade, está na altura de mais uma transição: mudar para uma comida para gatos adultos.
Saiba mais sobre como alimentar o seu gatinho.
Fontes:

Rainbolt D. Kittens 101, “Hunters by Nature.” 2015 Annual, Vol. 18: 70–3. Shojai A. The Purina Encyclopedia of Cat Care. 1998: 123–4. Vigil L. Nestlé Purina PetCare Senior Nutritionist (Cat Portfolio). Interviewed Oct 2014.