Mudar de casa com o seu gato

Os gatos adoram partilhar a sua casa consigo. Para eles, é um local familiar e confortável, onde se sentem seguros e tranquilos. Mudar de casa com o seu gato pode ser desconfortável, stressante e desorientador para ambos!
Mudar de casa com o seu gato
Mudar de casa com o seu gato
Mudar de casa com o seu gato

Mudar de casa com o seu gato é desconfortável, stressante e desorientador para ambos! No entanto, há cuidados que pode ter para ajudar o seu gato a manter-se calmo, durante e depois da mudança, para o ajudar a sentir-se bem no seu novo ambiente.

Na preparação para a grande mudança, a sua casa começará a ficar agitada para o seu amigo felino. Empacotar objetos, desconhecidos a entrar e sair de casa, novos odores e quartos que lhe eram familiares, subitamente, vazios… Tudo isto pode provocar ansiedade. Se o seu gato está habituado a ficar com alguns familiares, amigos ou nalgum hotel para gatos, poderá ser uma boa ideia mudá-lo temporariamente, por um curto período de tempo, para o poupar a todo o stress da mudança. Se decidir pô-lo num hotel, reserve com antecedência e certifique-se que todas as vacinas estão em dia.

Se preferir manter o seu gato consigo, durante a mudança, mantenha um quarto sossegado na casa antiga e deixe-o intacto, até ao último minuto. Deixe-o ambientar-se a esse quarto, durante cerca de uma semana, colocando lá a sua cama, liteira, brinquedos, comida e taças de água. Irá rapidamente sentir-se em casa dentro desse quarto, proporcionando-lhe um espaço seguro e tranquilo, longe de toda a agitação do resto da casa!

Mudar de casa com gatos

Deixar a sua casa antiga

  • Se recorrer aos serviços de uma transportadora, informe com antecedência que além de mudar os móveis, irá também mudar o seu gato para a nova casa. Todos terão que saber que quarto está destinado ao seu gato para que não o perturbem no seu oásis de tranquilidade.

    • Antes da chegada da equipa de mudanças, dê ao seu gato mimos reconfortantes, palmadinhas suaves e dê-lhe água fresca. Se está preocupado que o seu gato fique agitado, é boa ideia pulverizar a sua caminha com uma feromona tranquilizadora (disponível no seu veterinário ou lojas de animais), ou cobri-la com uma peça de roupa para a manter escura e calma. Poderá depois deixá-lo no seu quarto “seguro”, enquanto finaliza as suas arrumações.
      • Para aconselhamento sobre como transportar o seu gato de carro, leia o nosso artigo sobre viajar com o seu gato (encontrará também informação sobre mudar de casa com o seu gato de avião para outro país).
        • Lembre-se que, se o seu gato utilizar uma coleira, terá que mudar a sua chapinha identificadora, no dia da mudança com a nova morada e/ou número de telefone. E não se esqueça também de atualizar a informação associada ao microchip, junto do seu veterinário. A última coisa de que necessita no dia da mudança, é um gato perdido com dados errados na sua chapinha de identificação ou microchip! Falta ainda outra tarefa! Terá que registar o seu gato num novo veterinário, caso se mude para longe.
Mudar de casa com um gato

Chegar à casa nova

O segredo para mudar um gato para uma casa nova é a familiaridade, por isso, comece por tornar o novo ambiente mais reconhecível para o seu gato, assim que possível. Tal como preparou um “paraíso tranquilo” na sua casa antiga, prepare um quarto na casa nova com os objetos do seu gato: caminha, liteira, brinquedos e uma taça de água fresca.

Quando estiver a acalmá-lo com mimos, esfregue suavemente uma peça de roupa suave no seu focinho e pescoço. Assim, irá recolher as suas feromonas naturais, que poderá depois esfregar nas novas superfícies da casa, à altura do seu gato para o ajudar a sentir-se mais seguro. Pode também colocar uma peça de roupa sua usada ou uma toalha velha na sua cama para o rodear de odores conhecidos.

As feromonas sintéticas podem também ajudar a tranquilizar o seu gato. Poderá utilizá-las em spray ou em difusor. Aconselhe-se com o seu veterinário.

Agora que fez tudo o que podia para manter o seu gato confortável, deverá proporcionar ao seu gato alguma paz e sossego, deixando-o explorar à vontade o seu novo ambiente. Mantenha a porta do quarto dele fechada, até a equipa de mudanças ter saído e ter verificado que todas as portas e janelas estão corretamente fechadas. Mal tenha terminado a mudança, poderá abrir a porta do quarto e deixá-lo explorar o resto da casa. Mesmo nessa altura, faça-o calmamente, apenas um quarto de cada vez, para lhe dar tempo para se ambientar.

Quando mudar de casa com o seu gato, necessita de lhe dar pelo menos uma semana para se habituar ao novo ambiente, antes de o deixar sair de casa e ter acesso ao exterior.

Instalar-se após mudar de casa com o seu gato

Quando tiver mudado de casa com o seu gato, precisa de lhe dar pelo menos uma semana para o deixar habituar ao novo meio ambiente, antes de o deixar sair para o exterior. Alguns gatos aceitam a sua casa muito rapidamente, enquanto outros precisam de tempo para se adaptarem. Pode ajudar se tiver tempo para ficar com ele em casa, nos primeiros dias e semanas, para o ajudar a instalar-se mais tranquilamente. Não apresse as coisas, dê-lo todo o tempo que necessitar para se habituar aos sons e cheiros do seu novo ambiente. Para mais aconselhamento sobre como instalar o seu gato, leia o nosso artigo sobre dar as boas vindas ao seu gato a casa.

Quando mudar de casa com o seu gato, deverá considerar o seguinte:

  • Se não se tiver mudado para muito longe da sua casa antiga, poderá verificar que o seu gato tenta voltar ao seu antigo lar, onde tudo lhe é familiar. Se isto acontecer, mantenha-o dentro de casa, durante mais algum tempo, até que ele reconhece a nova casa como o seu novo território de segurança. É boa deia falar com os novos donos da sua casa antiga e pedir-lhe para não alimentar o seu gato e não lhe permitir entrar em casa, se ele aparecer por lá!
    • Quando apresentar o seu gato ao novo jardim e espaço exterior, faça-o por períodos curtos e não o perca de vista. A melhor forma de o conseguir é deixá-lo sair e, após alguns minutos, chamá-lo mostrando-lhe uma comida ou guloseima que ele adore (poderá fazer ruídos associados às refeições, como bater com o comedouro, mexer no saco da ração ou bater com duas latinhas de alimento húmido). Ao longo de uma ou duas semanas, aumente gradualmente o tempo de visita ao exterior, mas não o deixe sair de noite ou sem supervisão, até ter a certeza de que ele se sente confiante no novo meio ambiente.
      • Finalmente, tenha cuidado extra se souber de algo que possa assustar o seu gato, tal como uma trovoada ou fogos de artifícios. Estes ruídos podem desorientar qualquer gato, e mais ainda um que já esteja nervoso por todas as mudanças de ambiente. Certifique-se que o mantém seguro com um local confortável e acolhedor em que se possa esconder. Feromonas sintéticas e palmadinhas suaves deverão ajudá-lo a manter-se calmo, evitando que entre em pânico e que tente fugir para a sua casa antiga.
      • Mal ele descubra que a nova casa é tão acolhedora e segura como a antiga, rapidamente adorará explorar o seu novo mundo. Só é preciso um pouco de paciência e muita compreensão.

Mudar de casa com gatos