Porque é que os gatos ronronam?

Enroscar-se com o seu gato enquanto ele ronrona é um conforto para todos os donos de animais de companhia. É um sinal de que ele está feliz, satisfeito e bem instalado no seu colo, a adorar a atenção recebida -gostando de muita confusão e atenção – ou será mesmo assim?
Cat rolling over
Cat rolling over
Cat rolling over

Todos sabemos que os gatos expressam os seus sentimentos ronronando, do mesmo modo que, quando estamos felizes, sorrimos e os cães agitam as suas caudas. Os gatos que ronronam nem sempre estão felizes, contudo, e há muitos mistérios em redor dos motivos que os levam a ronronar e em redor das razões pelas quais fazem esse som místico.

As investigações científicas anteriores mostraram que os gatos não ronronam apenas quando estão felizes, mas também quando estão angustiados ou estão com medo. Ronronar é um mecanismo de defesa que têm e uma maneira de manter a calma em situações stressantes. Muitas vezes, ouvirá o seu gato a ronronar enquanto está a ser examinado pelos veterinários, mas tenha cuidado para não confundir isso com um som feliz! É mais provável que o seu gato esteja a ronronar para se acalmar do que esteja a desfrutar do exame. Leia mais sobre como deve entender o comportamento do seu gato aqui.

Ronronar também não é apenas um método de comunicação não-verbal; acredite ou não, os gatos também usam isso para identificar e gerir a dor. A mãe do gato ronrona durante o trabalho de parto para aliviar o desconforto e continuará a ronronar depois de os seus gatinhos nascerem de modo a transportá-los para o seu corpo, para efeitos de enfermagem. Como os gatinhos nascem cegos e surdos, as vibrações da sua mãe são cruciais para a sua sobrevivência e, com apenas dois dias de idade, eles podem começar a comunicar com a mãe e os companheiros de ninhada ronronando de volta.

Como é que os gatos ronronam?

Agora que sabemos que os gatos ronronam, resta então saber: como fazem eles realmente um som tão fascinante?

A investigação mostrou que os músculos do seu gato produzem um som que é responsável por mover as cordas vocais – e enquanto o seu gato respira e expira, o ar atinge os seus músculos vibrantes. Isso é o que faz o som do ronronar do gato e como os sinais do cérebro do seu gato criam todo o movimento associado ao ronronar, os cientistas creem que o ato de ronronar tem mais que ver com as contrações musculares do que uma comunicação vocal.

Ginger cat rolling over in the grass

Como pode o facto de o gato ronronar ajudar os humanos?

Gato com dona

É um facto conhecido que ter gatos alivia o stress, não apenas porque é giro olhar para eles e mostram o quão são fofinhos quando os abraçamos, mas por causa dos efeitos positivos que o seu ronronar tem sobre nós.

Os donos dos gatos têm 40% menos risco de sofrer um ataque cardíaco do que quem não é dono de um gato e uma pressão arterial inferior por interagirem com gatos e ouvirem o seu calmo ronronar. Mais interessante ainda, contudo, é aquilo que se conhece como ‘cura por associação’. Esta tem que ver com a capacidade de acalmar e, de uma forma simpática, curar doenças das pessoas apenas estando por perto, tendo já muitas pessoas dito que aliviam as suas enxaquecas apenas por se deitarem ao lado do seu gato quando este ronrona.

Há ainda um velho ditado veterinário repetido hoje em dia: ‘Se colocar um gato e um monte de ossos partidos na mesma sala, os ossos acabarão por se curar’.

Sabia que…?

Gato amarelo a ser mimado

A baixa frequência do ronronar do gato origina uma série de vibrações dentro do seu corpo que pode aliviar a sua respiração, curar ossos danificados e lesões, formar músculo e reparar os tendões enquanto atua como forma de alívio da dor.

O ronronar do gato vibra a 25-150 HZ, que é a mesma frequência que ajuda à cicatrização física enquanto aumenta também a densidade óssea. Esta é a razão pela qual o seu gato consegue provavelmente saltar de uma árvore e não sentir nada quando aterra.

Nem todos os gatos conseguem ronronar e a vibração suave só é encontrada em gatos domésticos e alguns gatos selvagens. Os gatos que ronronam não conseguem rugir e os gatos que rugem não conseguem ronronar! Isto deve-se ao osso pequeno encontrado dentro das suas cordas vocais, que nos gatos que ronronam é um osso flexível. Este osso mais suave permite aos grandes gatos produzir um som profundo, na forma de rugido, mas no caso dos gatos domésticos este osso é completamente endurecido, permitindo apenas vibrações do ar enquanto respiram e expiram.

O poder da persuasão através do ronronar! Você já ouviu o seu gato ronronar desesperadamente quando está com fome? Os investigadores identificaram recentemente um novo ronronar chamado ‘ronronar de solicitação’, que altera o ronronar normal para um som de carácter mais ‘urgente’. Esta frequência é semelhante à de um bebé a chorar, que nos faz instintivamente querer ajudar, e no caso do seu gato faminto nos faz apressar para lhe darmos as suas guloseimas.