Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.

Principais características da raça de cães Yorkshire Terrier

O Yorkshire Terrier é uma raça miniatura mais conhecida pelo seu pelo comprido e fluido com uma textura muita semelhante à do cabelo humano. A cor da sua pelagem também é invulgar, sendo azul metálica e dourada (castanho rico). Apresenta um postura imponente, mantendo a sua cabeça erguida.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos inexperientes
  • Necessidades de treino básicas
  • Gosta de passeios com alguma atividade
  • Gosta de dar passeios de uma hora por dia
  • Cão muito pequeno
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo dia sim dia não
  • Raça hipoalergénica
  • Cão muito vocal
  • Cão de guarda. Ladra e alerta para situações de perigo
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças

Personalidade

Atrás deste cão de pequenas dimensões esconde-se um temperamento forte. É um cão extremamente impulsivo, ora está a ser mimado ao colo do dono, ora minutos depois já está perseguindo o cão do vizinho. No final de contas, os Yorkies são terriers que dominam e protegem o seu território sem hesitar.

História e Origem

País de Origem: Alemanha

Presume-se que esta raça tivesse surgido na década de 1850, quando tecelões escoceses e os seus cães migraram para Yorkshire e Lancanshire. Estes "Terriers Escoceses", por vezes também conhecidos como "Halifax Terriers" foram cruzados com outros terriers locais pequenos. Defende-se a teoria de que os seus antepassados são o Manchester Terrier, o Bichon Maltês, o Skye, o Dandie Dinmont, e o Paisley Terrier. Em 1861, o Yorkie participa pela primeira vez numa exposição canina em Inglaterra, ainda classificado como “Terrier escocês”. Em 1886, a raça canina Yorkshire Terrier teve o privilégio de ser reconhecida oficialmente pelo Clube de Canicultura Inglês.