Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Spitz Japonês

Spitz Japonês

A raça canina Spitz Japonês de porte pequeno/médio é tipicamente Spitz – com uma pelagem espessa e solta, uma expressão semelhante a uma raposa e olhos triangulares, e com uma cauda com plumagem que se curva sobre o dorso. Os machos adultos medem 34-37cm e as fêmeas adultas 30-34cm, e pesam aproximadamente 5-6kg.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos inexperientes
  • Necessidades de treino básicas
  • Gosta de passeios tranquilos
  • Gosta de dar passeios de uma hora por dia
  • Cão Pequeno
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo dia sim dia não
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão muito vocal
  • Cão de guarda. Ladra e alerta para situações de perigo
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças

Características 

Esperança Média de Vida: 10-16 anos
Peso em Adulto:  5-6kg
Altura: Os machos edem entre 34-37cm e a s fêmeas entre 30-34cm
Cores:  Branco
Porte:  Pequeno

Avaliação

Adequado para Famílias: 4/5
Necessidade de Exercício: 3/5
Fácil de Treinar: 3/5
Tolerância para ficar sozinho: 2/5
Sociável com outros animais: 4/5
Nível de Energia: 3/5
Escovagem e Higiene: 3/5
Queda de Pelo: 3/5
Spitz japonês a olhar para longe

Personalidade

Um pouco reservado inicialmente com desconhecidos, o cão Spitz Japonês é carinhoso e leal com os seus entes queridos. Alerta e animado, gosta de vigiar a casa e o jardim, e ladra se algo incomum lhe chamar a atenção. Um cão de família extraordinário, gosta de conviver com pessoas e outros animais.

Spitz japonês com dois filhos

História e Origem

País de Origem: Japão

A raça canina Spitz Japonês foi desenvolvida no Japão, mas provém inicialmente das raças de Spitz brancas do norte da Europa e América do Norte, como o Spitz Russo e Alemão, e o Samoiedo. A raça que daí adveio inseriu-se em duas categorias dimensionais. A raça maior foi chamada de "Samo" e a pequena "Spitz" e foi esta última que se tornou num cão de companhia popular no Japão, depois na Suécia, no resto da Europa, e mais tarde a nível mundial.