Cães, festas e fogo de artifício

O seu cão é um ótimo companheiro todos os dias e adora passar tempo consigo, sempre que pode. No entanto, alguns cães não se sentem confortáveis com barulhos altos e grupos de pessoas, pelo que precisam de um cuidado extra durante as festas e celebrações.
Cão com medo de fogo de artifício
Cão com medo de fogo de artifício
Cão com medo de fogo de artifício
Independente da ocasião, encontra aqui algumas dicas para assegurar que o seu cão se diverte e se sente bem!

Cuidar do seu cão quando dá uma festa

O seu cão ficará feliz e confortável, durante as celebrações, desde que se prepare bem. Dessa forma, poderão ambos ter um bom momento sem terem que se preocupar um com o outro!

Antes da festa

  • Garanta que ele tem um espaço familiar e tranquilo para o qual possa escapar

  • Nem todos os cães são estrelas: alguns não gostam de companhia ou de multidões, mesmo que estejam bem socializados. Quando cuidar do seu cão, durante uma festa, certifique-se que a participação dele está à altura das suas capacidades. Prepare um quarto tranquilo noutra zona da casa com a sua cama e brinquedos preferidos para que ele possa brincar ou dormir, conforme a sua vontade. Algumas semanas antes do evento, ajude o seu cão a ambientar-se a este espaço e garanta que ele se sente confortável, brincando com ele e recompensando-o sempre que tem uma reação positiva. Um cão com um refúgio de segurança, sentir-se-á menos nervoso.

    • Canse-o

    • O seu cão adora passeios, que são uma forma excelente de gastar energia. Dê um bom passeio antes da festa começar e certifique-se que ele não precisa de ir à rua brevemente.
      • Avalie o quanto o seu cão está bem socializado

      • Um cão bem socializado pode alegremente fazer parte da sua festa e poderá gostar da agitação de ter uma multidão de pessoas em casa. Se é esse o caso, apresente o seu cão aos seus amigos, quando eles chegarem, para que ele perceba que não tem que se preocupar. Se não está confiante na forma como o seu cão irá reagir aos seus amigos, não arrisque na festa: se ele se assustar e fugir, ou então se ficar demasiado excitado e saltar para toda a gente, será uma confusão. Para evitar stresses desnecessários para o seu cão e para si, poderá pensar em recorrer aos serviços de um dog-sitter.
        • Escolha uma decoração segura

        • O seu cão poderá sentir-se tentado a roer as suas adoráveis decorações. Infelizmente, elas não são assim tão saborosas e podem ser perigosas para ele. Luzes parecem muito divertidas, chocolate saboroso e apelativo é venenoso para ele e até a árvore de natal pode ser tóxica. Se o seu cão estiver habituado a estas novas distrações, é muito menos provável que se magoe. Brinque com ele junto das decorações novas, mantendo-o focado no seu brinquedo favorito, até que ele se habitue. Mantenha as decorações fora do alcance, evite materiais que possam ser perigosos (como decorações de vidro), tape fios e tomadas e certifique-se que o seu cão sabe que a árvore de natal não é para ele. O seu cão não deverá sentir muito interesse pelo fogo, mas tenha cuidado com caudas a abanar junto de velas e lareiras porque não são uma boa combinação.

Durante a festa

  • Alimentação

  • A maioria dos cães ficará satisfeito com a súbita aparição de pessoas novas, que mal podem esperar por lhe dar pequenas guloseimas e bocadinhos de comida da festa. Por muito que o seu cão goste, pode ser mau para ele. O excesso de alimentação humana e restos de comida podem provocar vómitos e diarreia, os ossos podem ser provocar asfixia e o chocolate é venenoso e pode até exigir uma consulta de emergência ao veterinário. O seu cão pode fazer aos seus convidados aquele olhar de cachorrinho, mas deve pedir-lhes para não darem qualquer alimento, independente do ar querido e amoroso que o seu cão lhes faça! Informe-os que o seu cão tem as suas próprias refeições, guloseimas e ração específica. Parte do charme do seu cão é a sua personalidade e os truques que utiliza para conseguir guloseimas exta, mas lembre-se sempre que o mais importante é a sua saúde.
    • Excesso de estímulos

    • Se o seu cão adora atenção, pode estar com sorte, uma vez que alguns dos seus convidados quererão certamente brincar com ele! Mantenha-o sempre debaixo de olho e certifique-se que não é demasiada agitação para ele. Se o seu cão ficar demasiado excitado, pode apreciar meia hora no quarto tranquilo, que reservou para ele, para acalmar um pouco. Se ele estiver muito agitado, ajude-o a gastar energia, pedindo a um amigo ou familiar para o levar a dar um passeio rápido.
      • Presentes

      • Os presentes não são só emocionantes para si. A maioria dos cães fica igualmente entusiasmado pelo contante rasgar de papel de embrulho e a revelação de novas coisas, nos aniversários e natal! Guarde bem os presentes para evitar que adquiram umas dentadinhas indesejadas. Uma ótima tática é dar ao seu cão um presente especial para ele, como por exemplo um snack delicioso, que o manterá ocupado, enquanto continua a desembrulhar os seus presentes.

Cães e fogo-de-artifício

O seu cão pode não gostar de fogos-de-artifício. Barulhos altos e repentinos de origem desconhecida podem ser assustadores e confusos, especialmente se o seu cão está habituado a paz e sossego. No entanto, não precisa de cancelar os seus planos de fogo-de-artifício. Siga apenas algumas dicas que ajudarão a que as celebrações com fogo-de-artifício ocorram de forma tranquila.
Cão tranquilo com fogo de artifício

Antes

  • Habitue o seu cão ao barulho de foguetes

  • Se o seu cão se assusta facilmente com barulhos altos, pergunte ao seu veterinário se lhe recomenda algum treinador ou especialista em comportamento. Treinar e dessensibilizar, especialmente enquanto são jovens, pode ensinar aos cães que não têm que se preocupar com barulhos altos e estrondos. Pode também comprar um CD criado para que os eu cão se habitue a todo o tipo de barulhos.
    • Mantenha o seu cão dentro de casa depois de anoitecer

      • Passeie o seu cão durante o dia e mantenha-o em casa após anoitecer, que são esperados fogos-de-artifício por perto.

        • Animais em pânico podem facilmente fugir e perder-se ou magoar-se, pelo que é importante que além do microchip (com dados atualizados) o mantenha identificado com uma chapinha na coleira.

        • Durante

          • Esteja calmo e tranquilizador

          • O seu cão olha para si (o seu amigo de maior confiança) em busca de sinais. Mantenha-se relaxado e tranquilo e não lhe dê mais atenção do que habitual, mesmo que ele pareça ansioso. Se o seu cão se assustar com foguetes ou fogo-de-artifício, tente assegurar-lhe que tudo está bem. Continue a sua vida normalmente e rapidamente ele começará a segui-lo.
            • Abafe os sons

            • Se o seu cão está consigo, mantenha as persianas descidas e as janelas fechadas para minimizar os sons que vêm do exterior. Ponha música a tocar ou ligue a televisão para proporcionar um som constante e identificável, que disfarce estrondos aleatórios e esporádicos.

Celebrações no exterior

A não ser que ele se consiga manter focado em si e responda bem aos seus comandos, não é aconselhável levar o seu cão para festivais de rua ou exibições de fogo-de-artifício. O seu cão precisa de ter a capacidade de lidar com ruídos inesperados e multidões, pelo que se tem dúvidas se ele será capaz, jogue pelo seguro e deixe-o em casa.
Recompense o bom comportamento do seu cão

Recompense o bom comportamento

Se o seu cão se portar bem na festa, se mantiver junto a si quando estiverem no exterior ou até permanecer sossegado noutra parte da casa, enquanto os seus convidados se estão a divertir, é importante demonstrar-lhe o quanto se portou bem. Mime-o e elogie-o generosamente e, se ele estiver noutra zona da casa vá lá de tempos a tempos para que não se sinta abandonado. A maior recompensa é a sua companhia. Está a ter uma festa pelo que é justo que lhe proporcione momentos de qualidade para que se possa divertir também!