Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Cachorro sentado na porta com trela vermelha

Todos os artigos sobre Treinar o seu cachorro

6 min de leitura

Com todo o entusiasmo de trazer o seu novo cachorro para casa, é importante lembrar-se de começar a treiná-lo de imediato. Quando mais cedo introduzir bons hábitos, melhor será para ambos porque o seu cachorro começará a compreender os comandos básicos e a adaptar-se às regras da sua casa. Saiba como treinar o seu cachorro.

O primeiro dia na sua nova casa

cachorro usando trela em casa

O treino do seu novo cachorro deve começar no dia em que ele chega a casa. Comece por ajudá-lo a conhecer o seu nome. Utilize-o sempre que brincar com ele, o alimentar ou mimar, e ele rapidamente o irá reconhecer e começar a responder quando for chamado. Quando souber o seu nome, pode utilizá-lo para comunicar com ele e começar a treinar o seu cachorro.

O próximo passo é habituá-lo a uma coleira e uma trela. Isto pode ser um pouco estranho para ele, ao início, pelo que terá que ser paciente – ele vai aceitá-los! Coloque uma coleira leve, mal o seu cachorro chegue a casa e pratique com ele um passeio com uma trela relaxada. Se ele ainda não tem as vacinas, terá que o fazer em primeiro lugar dentro de casa ou no seu jardim. Ele poderá ficar muito excitado ou puxar a trela, quando o levar à rua. Se for o caso, pode tentar utilizar um peitoral suave. Isto facilitará os passeios e o treino de cães básico, tanto para si como para o seu cachorro.

Socializar o seu novo cachorro

dois cachorrinhos a olhar um para o outro enquanto os donos bebem na mesa

É fundamental que o seu novo cachorro seja bem socializado para que cresça e se torne um cão adulto feliz e confiante.

Uma das melhores maneiras de socializar o seu cachorro num ambiente divertido e amigável é uma “festa de cachorros”.

Provavelmente, descobrirá que a sua clínica veterinária as organiza para cachorros que ainda não tomaram todas as vacinas (até às oito semanas de vida) – se não for o caso, conseguirá facilmente encontrá-las em diferentes escolas de treino.

As festas para cachorros permitem que cachorros de idades semelhantes se juntem para jogos e brincadeiras. Certifique-se que encontra uma que seja organizada por treinadores experientes ou veterinários porque saberão como torná-la numa experiência positiva e agradável, que ajudará a reforçar a confiança do seu cachorro. Se a festa não for orientada corretamente, o seu cachorro pode não gostar ou sentir-se assustado – mas com instrutores experientes, ele adorará fazer novos amigos.

A festa para cachorros será provavelmente a primeira vez em que todos os cachorros estão a brincar com outros cachorros, depois de terem deixado a sua ninhada e, muitos deles poderão parecer e comportar-se de forma diferente em relação ao que faziam com os seus irmãos.

Como se conhecem e exploram mutuamente num ambiente controlado, aprenderão boas lições de vida, tais como a importância de não morder, compreender a linguagem corporal e expressões faciais caninas, e como comunicar uns com os outros. Estes encontros são também uma ótima oportunidade para o seu cachorro se integrar e ser manipulado por treinadores, o que ajudará a construir a sua confiança, quando interagir com outras pessoas.

Os instrutores ajudá-lo-ão a ensinar ao seu cachorro boas maneiras, tais como não ser possessivo com a ração ou brinquedos, entregá-los quando lhe é pedido e não empurrar as pessoas. Com muita prática em casa, e alguns snacks e recompensas boas e saudáveis, terá rapidamente um membro da família calmo, feliz e bem-comportado, com quem é um prazer viver.

Aulas de treino para cachorro

Quando o seu cachorro tiver todas as suas vacinas, entre as 12 e as 16 semanas de idade, poderá evoluir de festas para cachorros para aulas de treino de cães, que são essenciais para o desenvolvimento do seu cachorro e muito divertidas para ambos.

Nas aulas de treino de cães, ensinará ao seu cachorro exercícios e comandos básicos, tais como “senta”, “deita”, “fica”, “anda” – e poderá também introduzir alguns truques divertidos como “dá a pata” ou “rebola”! Estas aulas são uma oportunidade de ensinar os donos, tanto como os seus cachorros, e aprenderá como treinar o seu cachorro com abordagens modernas, positivas e motivacionais.

Quando procurar uma aula de treino para cachorros, escolha uma que seja amigável, organizada, divertida e baseada na recompensa. Deve existir pelo menos um treinador ou assistente por cada seis cachorros para que os cães se mantenham interessados e não se aborreçam. Um bom treinador irá deixá-lo assistir a uma aula, antes de se inscrever, para que fique confiante de que encontrou o local certo. Se a aula tem demasiados cães, é caótica ou o instrutor grita e castiga os cães (ou os donos!) ou utiliza coleiras de choque, vá embora. Você e o seu cachorro merecem melhor!

O criador do seu cachorro e o seu médico veterinário poderão aconselhá-lo e ajudá-lo.

5 Dicas para treinar o seu cachorro

Treino que comece cedo e que seja consistente assegura que o seu cachorro desenvolve boas maneiras, minimizando os maus comportamentos. Além disso, aprender os comandos básicos, como “anda” ou “fica” ajuda a tornar o seu cachorro um bom membro da sociedade, ao mesmo tempo que pode salvar a sua vida perante uma situação de perigo.

Castigo como forma de treino pode provocar stress e ansiedade, que podem enfraquecer a relação que tem com o seu cachorro.

As dicas abaixo sobre como treinar o seu cachorro, fortalecerão a relação que tem com ele, enquanto ajudam o seu animal de companhia a portar-se bem e a manter-se em segurança.

1. Ser consistente

Consistência é chave para qualquer tipo de treino de obediência. De cada vez que o seu cachorro tiver um comportamento desejável (mesmo que não seja durante uma sessão de treino), recompense-o com entusiasmo, fazendo-lhe elogios ou dando-lhe um snack.

Quando o seu cachorro tiver um comportamento indesejável, tal como fazer um buraco no jardim, diga-lhe firmemente “não”. Tenha em atenção que os cães não conseguem associar reprimendas com algo que tenham feito há alguns minutos, e muito menos há uma ou mais horas.

Apanhá-lo no momento da ação e corrigir de imediato o comportamento é a melhor forma de ensinar ao seu cachorro o que está certo e o que está errado.

2. Redirecione comportamento inapropriado

Chame a atenção do seu cachorro, quando ele fizer algo inapropriado. Pode usar a palavra “não”, ou tentar um som curto como “Ahhh”.

Quando o seu cachorro olhar para si, dê-lhe uma alternativa de comportamento aceitável ou distração. Por exemplo, se apanhar o seu cachorro a roer um sapato, chame a sua atenção e dê-lhe um snack ou um brinquedo de roer como alternativa.

3. Elogie os bons comportamentos

Quando o seu cachorro mudar a sua atenção para um brinquedo de roer, elogie o seu comportamento. Utilize um clicker, use um tom de voz entusiasta e diga “lindo!”. Recompense-o com mimos tranquilos ou com um snack, se apropriado.

Quer esteja numa sessão de treino ou não, elogie sempre o seu cachorro por um bom comportamento. Isto irá reforçar as suas boas maneiras.

4. Utilize snacks

É boa ideia começar o treino do seu cachorro com snacks saborosos para recompensar o seu comportamento. Ao longo do tempo, vá reduzindo a quantidade de snacks e aumente a quantidade de elogios verbais e físicos como recompensa.

Isto fará o seu cachorro querer comportar-se bem apenas para receber um mimo ou um elogio, em vez de apenas se portar bem quando lhe prometer um snack.

5. Termine com uma nota positiva

Termine sempre as sessões de treino com o seu cachorro de forma positiva. Se o seu cachorro não conseguiu dominar o comando “Fica” durante uma sessão de treino, volte a um comando que ele conheça, como “senta”. Quando ele se sentar, dê-lhe uma recompensa e muitos elogios.

Terminar o treino de forma positiva mantém o seu cachorro entusiasmado pela sua próxima sessão de treino, em vez de o desencorajar.

Treinar o seu cachorro ajuda a construir um laço único entre os dois. Por isso, aprecie cada momento. Boa sorte e divirta-se!

Se os comportamentos do seu cão se tornarem problemáticos, deve consultar um especialista em comportamento.