Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Azul Russo

Azul Russo

O Azul Russo é um gato de porte médio/grande elegante e gracioso com pernas longas e delgadas. O gato caminha como estivesse em pontas dos pés. A cabeça é cuneiforme, com bigodes proeminentes e orelhas grandes. Os olhos verdes vivos estão afastados e apresentam uma forma de amêndoa. A pelagem é dupla com um subpelo muito denso, fino, curto e suave. A textura peculiar do Azul Russo é muito diferente de qualquer outra raça e caracteriza a sua maior atração. Embora designado como Azul Russo, por vezes aparecem exemplares Russos brancos e pretos. A versão Azul mais popular apresenta a cor azul clara com reflexos prateados.

O que necessita saber
  • Brincalhão e curioso
  • Amável mas independente
  • Nada comunicativo
  • Gato magro e elegante
  • Requer que o pêlo seja tratado uma vez por semana
  • Raça não hipoalergénica
  • Precisa de algum espaço exterior
  • Pode precisar de familiarização antes de viver com crianças
Gato azul russo a olhar para alguém

Personalidade

O Azul Russo é uma raça calma e sensível, por vezes tímida e reservada, mas é tremendamente leal ao seu dono preferido. Estes gatos podem ser cautelosos com estranhos e precisarem de tempo para desenvolver uma amizade com seres humanos. Assim que estejam instalados num ambiente de confiança, gostam de brincar, saltar, escalar e de correr, e são muito ágeis e rápidos.

Gato azul russo lavando as patas

História e Origem

País de Origem: Rússia

O Azul Russo era conhecido como Gato Arcanjo, porque há uma teoria que defende que a chegada destes gatos à Europa foi através de navios vindos do porto de Arkhangelsk, na Rússia. Também foi conhecido como o Gato Espanhol e o Gato Maltês, particularmente nos EUA, onde o último nome persistiu até ao início do século. Existem, contudo, fortes indícios que ligam este gato à Rússia. Há evidências de um grande número de gatos com cores de pelagem semelhantes na Escandinávia e a sua pelagem densa indica que vivem num clima nórdico. Embora o azul seja peculiar desta raça, são também conhecidos Russos de cor preta e branca. Estas cores surgiram durante a Segunda Guerra Mundial, quando os poucos Azuis Russos remanescentes foram cruzados com o Azul Inglês e com o Siamês, para manter o seu saldo populacional.