Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Cymric

Principais características da raça de gatos Cymric

O Cymric é um gato forte e robusto, com uma fisionomia semelhante ao Gato Britânico de pelo Curto, com olhos grandes e orelhas afastadas. A ausência da cauda é a característica mais marcante da raça. As suas pernas traseiras são mais longas do que as da frente. O pelo do Cymric espesso confere ao seu corpo um aspeto volumoso. Por vezes, estes gatos podem deslocar-se com um salto parecido ao de um coelho, devido a uma deformação na coluna vertebral, semelhante à espinha bífida, que está associada à ausência da cauda. Os Cymrics podem ter todas as cores e padrões, à exceção do gato tipo Siamês.

O que necessita saber
  • Gato calmo
  • Amável mas independente
  • Nada comunicativo
  • Gato grande e forte
  • Requer que o pêlo seja tratado todos os dias
  • Raça não hipoalergénica
  • Precisa de algum espaço exterior
  • Pode precisar de familiarização antes de viver com crianças
Gato Cymrics de pé no jardim

Personalidade

O Cymric é um gato muito calmo, brincalhão e inteligente. Pode ser um pouco tímido e reservado com estranhos e tem tendência a ligar-se muito intimamente a um dono. É uma raça que parece manter o seu comportamento de gatinho mesmo na idade adulta.

Gato Cymrics a olhar para alguém

História e Origem

País de Origem: Ilha de Man (RU)/Canadá

O Cymric é também conhecido como o Manx de pelo comprido, ou seja, ele é uma versão de pelo semi-longo da raça Manx.

O nome da raça vem do termo “Cymru” que significa “País de Gales” e esta raça é oriunda da Ilha de Man. Os gatos sem cauda são comuns na Ilha de Man, onde a consanguinidade entre os gatos da ilha originou a disseminação de uma mutação genética natural, os gatos sem cauda. Tal como no gato Manx, as ninhadas de gatinhos da raça Cymric podem ter cotos de vários comprimentos (sendo eles classificados como com coto elevado para cima, com coto normal e cauda comprida) ou podem nem ter cauda (denominados de rumpy). Os programas de criação no Canadá na década de 1960 elevaram a popularidade desta raça nos EUA, onde apenas os animais sem cauda são exibidos.