Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Terrier do Tibete Mobile

Terrier do Tibete

Um cão de porte pequeno/médio e atraente, o Terrier do Tibete tem uma pelagem comprida, lisa ou ondulada que pode assumir qualquer cor, com exceção do chocolate/fígado. Com uma constituição quadrada e robusta, os machos adultos medem 36-41cm e as fêmeas ligeiramente menos. O peso oscila entre 8-14kg.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos inexperientes
  • Necessidades de treino básicas
  • Gosta de passeios com alguma atividade
  • Gosta de dar passeios de uma a duas horas por dia
  • Cão Pequeno
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo diária
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão muito vocal
  • Cão de guarda. Ladra e alerta para situações de perigo
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Cão perfeito para famílias
Terrier tibetano a jogar no campo

Personalidade

Um cão extrovertido, generoso e alegre, o Terrier do Tibete é atento e corajoso. Por natureza, é desconfiado com estranhos, mas leal e carinhoso com os seus entes queridos. Um companheiro amante de diversão, o Terrier do Tibete é saltitante, possui um forte carácter, e dá um cão de família maravilhoso.

Terrier tibetano a brincar na floresta

História e Origem

Apesar de ser um Terrier do Tibete, este cão nunca desempenhou a função peculiar de um Terrier (perseguir presas e retirá-las das tocas). Muito pelo contrário, o Terrier do Tibete ou TT, atuava em atividades de pastoreio e, quando necessário, como cão de guarda. Mantido em mosteiros e fazendo companhia aos monges, era conhecido como o Cão Sagrado do Tibete, que foi introduzido pela primeira vez na cinofilia ocidental quando, em 1922, um tibetano ofereceu à Drª Agnes Greig, médica britânica que exercia as suas funções na Índia, um exemplar como agradecimento por ter salvado a vida de uma mulher tibetana.