Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Pastor Australiano

Pastor Australiano

Fortes e musculosos, os Pastores Australianos são cães atléticos que parecem ter sido feitos para trabalhar. São ligeiramente mais compridos do que altos, com pelo de comprimento médio que deve ser liso ou levemente ondulado com um subpelo grosso resistente ao clima. 

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos com alguma experiência
  • Necessário algum treino
  • Gosta de passeios exigentes onde gaste muita energia
  • Gosta de dar passeios de mais de duas horas por dia
  • Cão médio
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo dia sim dia não
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão muito vocal
  • Cão de guarda. Ladra e alerta para situações de perigo
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças
Raças de cães - Cão Pastor Australiano na floresta

Personalidade

Este cão tem um forte instinto de pastoreio e adora ser parte da vida familiar, prosperando na companhia dos seus donos. Inicialmente não gostam de conviver com estranhos, sendo importante a socialização precoce. O treino contínuo e uma combinação de incentivos físicos e mentais é também importante para satisfazer a sua elevada inteligência e energia.

Raças de cães - Cão Pastor Australiano com o tutor

História e Origem

País de Origem: América

Surpreendentemente, o Pastor Australiano é, na verdade, um cão americano! No final do século XIX e início do século XX, os pastores da região basca dos Pirenéus levaram os seus cães pequenos "azuis" para conduzir e proteger o rebanho nos EUA. O nome deve-se ao facto de ser uma raça cruzada entre cães do tipo Collie e do tipo Pastor que foram importados com ovinos da Austrália. Outra teoria indica que os cães imigraram primeiro para a Austrália e depois para os EUA. Ao chegaram ao sudoeste dos Estados Unidos no final do século XIX, foi permitido que estes cães se cruzassem com outros cães pastores para exponenciar a sua capacidade de trabalho. No ano de 1957, foi fundado um clube de criação nos EUA.