Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Griffon de Bruxelas (de pelo curto e áspero)

Griffon de Bruxelas (de pelo curto e áspero)

A raça canina Griffon de Bruxelas surge em duas variedades: pelo áspero e pelo sedoso. A característica distinta de um Griffon é o seu focinho semelhante ao de um Pug. O focinho é muito curto e virado para cima. Os olhos grandes e sobressaídos são outra característica de um Pug, assim como um certo prognatismo. Este cão é muitas vezes comparado com um macaco. A gama de cores desta raça abrange o vermelho, preto, ou preto e castanho. Em adultos medem entre 18-20cm e pesam 2-5kg.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos inexperientes
  • Necessidades de treino básicas
  • Gosta de passeios tranquilos
  • Gosta de dar passeios de meia hora por dia
  • Cão muito pequeno
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo dia sim dia não
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão conversador e vocal
  • Cão de guarda. Ladra e alerta para situações de perigo
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças
Dois Griffon Bruxellois estão de pé

Personalidade

Não se recomenda esta raça a pessoas com crianças, uma vez que as brincadeiras destes cães podem ser violentas e mal interpretadas, tornando-os receosos e imprevisíveis perto de crianças. Os Griffons podem ser teimosos, mas aprendem facilmente e foram treinados para manifestar bons desempenhos em vários desportos caninos. Gostam de estar próximos dos seus donos e podem ser destrutivos se os deixaram sozinhos por longos períodos de tempo.

Griffon Bruxelles deitado na estrada

História e Origem

A raça canina Griffon de Bruxelas é uma raça belga criada no século XIX e produto de cruzamentos intencionais entre Affenpinschers, Pugs e cães de estábulos belgas. Estes cães tornaram-se os companheiros dos condutores de táxis Hansom porque eram pequenos e inteligentes, desempenhando as funções de guarda e caçadores de roedores existentes nos estábulos. A robustez dos cães de rua misturada com a astúcia dos Affenpinschers revelou-se útil para os condutores destes táxis. Mais tarde, optou-se por um cruzamento seletivo com o Spaniel Inglês Miniatura para se produzir um aspeto facial com traços humanos, incluindo eventualmente o Yorkshire Terriers.