Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Pharaoh Hound

Pharaoh Hound

Estes cães de porte médio com uma pelagem curta e orelhas eretas têm uma aparência graciosa e atlética. O Paraoh Hound apresenta uma cor acastanhada ou castanho intensivo, por vezes com manchas brancas. Os machos adultos medem entre 56-63cm de altura e pesam cerca de 23-25kg. As fêmeas adultas medem 53-61cm e pesam 20-23kg.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos experientes
  • Necessário algum treino
  • Gosta de passeios com alguma atividade
  • Gosta de dar passeios de uma hora por dia
  • Cão grande
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo uma vez por semana
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão conversador e vocal
  • Não é um cão de guarda
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças

Características

Esperança Média de Vida: 11–14 Anos
Peso em Adulto: 20-25kg
Altura: 53-63cm
Cores: O Pharaoh Hound vem em tons de castanho, às vezes com manchas brancas na cauda, ​​peito, dedos e rosto
Porte: Médio

Avaliação

Adequado para Famílias: 5/5
Necessidade de Exercício: 4/5
Fácil de Treinar: 3/5
Tolerância para ficar sozinho: 2/5
Sociável com outros animais: 4/5
Nível de Energia: 2/5
Escovagem e Higiene: 3/5
Queda de Pelo: 2/5
Pharaoh Hound em frente a arbustos

Personalidade

O Pharaoh Hound é descrito como um cão razoavelmente independente e leal à sua família. Possui um instinto de caça inato e gosta de explorar o que o rodeia seja acompanhado ou sozinho, por isso recomenda-se uma socialização precose para mais tarde ele aceitar os gatos e outros animais pequenos. Podem ser bastante barulhentos e, sendo uma raça bastante sociável, gostam de conviver com outros cães e pessoas.

Três cães a descansar na relva

História e Origem

País de Origem: Malta

Foram encontrados vestígios de cães com uma aparência semelhante à raça canina Pharaoh Hound no Vale do Nilo que datam de há 4 000 a.C. Presume-se que, antes do período prédinástico egípcio, estes lebréis foram comercializados pelos Fenícios e deixados em ilhas isoladas onde se reproduziram entre si durante centenas de anos. Por volta de 1 000 a.C., a ilha de Malta foi colonizada pelos Fenícios e os seus lebréis. Estes cães eram apreciados pela sua capacidade de caçar coelhos e tornaram-se conhecidos como o "cão de coelho", que se tornou o Pharaoh Hound que conhecemos atualmente.