Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.
Your Pet, Our Passion.
Bedlington Terrier

Principais características da raça de cães Bedlington Terrier

Este terrier de porte pequeno/médio e de patas compridas é facilmente identificável. Tem um crânio estreito e uma pelagem semelhante ao de um cordeiro e pode ser azul, cor de fígado ou em cor de areia, com ou sem tons acastanhados. Os machos e fêmeas adultos medem entre 38-43cm e pesam entre 8-10kg.

O que necessita saber
  • Cão adequando para donos com alguma experiência
  • Necessário algum treino
  • Gosta de passeios com alguma atividade
  • Gosta de dar passeios de uma hora por dia
  • Cão Pequeno
  • Cão que se baba pouco
  • Requer tratamento do pelo dia sim dia não
  • Raça hipoalergénica
  • Cão pouco vocal
  • Cão de guarda. Ladra e alerta para situações de perigo
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças

Características

Esperança Média de Vida: 12–14 anos
Peso em Adulto: 8–10kg
Altura: 38–43cm
Cores: Azul, fígado ou areia, com ou sem bronzeado
Porte: Pequeno

Avaliação

Adequado para Famílias: 4/5
Necessidade de Exercício: 4/5
Fácil de Treinar: 3/5
Tolerância para ficar sozinho: 3/5
Sociável com outros animais: 3/5
Nível de Energia: 4/5
Escovagem e Higiene: 3/5
Queda de Pelo: 2/5
Bedlington Terrier

Personalidade

A raça Bedlington Terrier requer treino especial para uma boa conciliação com felinos e outros animais domésticos. Pessoas estranhas serão apresentadas e rejeitadas se não forem bem vindas, mas a partir do momento em que o dono as aceite, são recebidas calorosamente. Os Bedlington Terriers dão bons cães de guarda, uma vez que são bastante corajosos em situações que o exigem. No geral, são razoavelmente tranquilos se a sua energia física e emocional se mantiver equilibrada.

Bedlington Terrier

História e Origem

País de Origem: Inglaterra

A origem desta raça é fruto do cruzamento entre terriers nativos e Whippets. Esta raça surgiu no século XVIII e foi criada pelos mineiros na freguesia de Rothbury em Northumberland. Até 1869, esta raça nunca esteve presente em pistas de exposição. O traço mais acentuado da sua personalidade era caçar roedores, um parceiro para o caçador furtivo e um lutador. Também conhecida por "O Terrier de Rothbury" e o "Cão Cigano" (por causa da sua participação na caça furtiva).