Bosques da Noruega de Pelo Longo

Bosques da Noruega de Pelo Longo

O Bosques da Noruega é maior do que a maioria dos gatos. É uma raça elegante com um pêlo semi-longo (é um pouco mais curto no verão). O corpo é longo, musculado, com uma estrutura óssea sólida. Ele tem patas longas e uma cauda espessa. A cabeça é longa e triangular com um perfil reto e orelhas de implantação alta, com a ponta adornada. Um pêlo de brilho suave cobre o subpêlo lanoso, que é repelente à água. Um gato com o seu pelo no máximo esplendor apresenta um pelo exuberante à volta do pescoço, tórax e região das ancas, e até mesmo tufos de pelo entre os dedos. O Bosques da Noruega pode ser de qualquer cor, exceto chocolate, padrão de lilás ou Siamês e pode ter uma qualquer quantidade de manchas brancas nas patas, peito, barriga ou focinho. Os olhos podem ser de qualquer cor.

Bosques da Noruega de Pelo Longo
  • Comprimento do pêlo: Longo
  • Cuidados de Higiene: Menos de uma vez por semana
Bosques da Noruega de Pelo Longo
  • Exercício diário : Alta
Bosques da Noruega de Pelo Longo
  • Ruído: Baixo

Origem

O Bosques da Noruega é uma raça antiga, mencionado em lendas nórdicas como a "Fada da Floresta". Acredita-se que a raça teve origem a partir dos gatos de pêlo curto trazidos pelos Vikings da Grã-Bretanha e os gatos de pêlo longo trazidos para a Escandinávia. A origem da raça esteve no norte da Escandinávia, com muito frio, o que fez com esta raça se adaptasse aos invernos frios e que por isso seja robusto e resistente. A melhor adaptação ao clima é a pelagem dupla, que afasta o vento e a neve e é de secagem rápida. A raça foi documentada pela primeira vez na Noruega em 1930 e apareceu pela primeira vez em exposições de gatos em 1938. OS Bosques da Noruega só foram exportados da Noruega na década de 1970.

País de origem

Os Bosques da Noruega adoram-nos e desenvolvem-se na companhia humana. Às vezes podem exigir muito afeto. Noutros momentos, parecem bastante independentes. Estão habituados a uma vida outdoor e estão bem adaptadas para andar e caçar no exterior, sendo excelentes escaladores. Estes gatos podem ser companheiros muito gratos, extremamente amigáveis e brincalhões. A raça tem um crescimento lento e pode não atingir a sua maturidade antes dos quatro anos de idade.

Saúde

O Bosques da Noruega parece ser uma raça robusta, sem registo de grandes problemas hereditários.

Nutrição

Cada gato é único e tem os seus próprios gostos, aversões e necessidades específicas quando se trata do seu alimento. No entanto, os gatos são carnívoros e cada gato deve obter 41 nutrientes diferentes e específicos na sua alimentação. A proporção desses nutrientes irá variar dependendo da sua idade, estilo de vida e saúde em geral, por isso não é surpreendente que um gatinho energético em crescimento precise de um equilíbrio diferente de nutrientes na sua dieta, comparado com um gato sénior menos ativo. Outras considerações a ter em conta são a quantidade certa de alimento para mantera condição corporal ideal em conformidade com a dose diária recomendada e de acordo com a preferência individual de alimentos húmidos ou secos.

Cuidados de Higiene

O Bosques da Noruega necessita de cuidados com o seu pelo adicionais. Se introduzida a escova e o pente desde gatinho, o gato irá depois gostar das escovagens regulares como parte da sua relação com o dono.