Burmês

Burmês
O Burmês é um gato de porte médio, com uma cabeça arredondada e um corpo elegante e, ao mesmo tempo, musculoso. A raça não é tão grande e robusta como o Gato Britânico de Pêlo Curto, nem tão delgada e delicada como o Siamês. Os olhos são grandes e brilhantes e podem ter uma tonalidade amarela, que altera consoante a reflexão luminosa. A sua cauda é direita e termina numa ponta arredondada semelhante a um pincel. A sua pelagem fina, curta e brilhante é uma característica distintiva do Burmês e está rente ao corpo. O gato Burmês pode ter 10 cores, mas em todas estas cores as suas partes inferiores são mais claras do que a traseira e o sombreado é gradual.
  • Muito ativo
  • Sociável e dependente
  • Muito comunicativo
  • Gato médio
  • Requer que o pêlo seja tratado uma vez por semana
  • Raça não hipoalergénica
  • Gato de exterior
  • Gato perfeito para famílias

 

Um gato castanho escuro, semelhante a um Siamês, foi transportado do Extremo Oriente para a Califórnia pela primeira vez na década de 1930. Como na altura esta raça ainda não existia na América, a raça "Wong Mau" foi cruzada com um Siamês Seal Point. Através de uma reprodução seletiva, uma nova raça com uma pelagem escura surgiu - o atual Burmês. A raça felina Burmês foi reconhecida pela primeira vez na América e espalhou-se pela Europa na década de 1940. Desde então, os programas de reprodução foram desenvolvendo um leque de cores da pelagem.

 

Birmânia

 

O gato Burmês é um animal extremamente simpático e carinhoso e requer doses diárias de atenção dos donos para ser feliz. A raça é ostensivamente exigente e persegue constantemente os donos para atrair a sua atenção . Se necessita de mimos e de ser abraçado, sobe a perna do dono para exprimir o seu desejo. Como gatos muito sonoros cumprimentam os seus donos quando estes chegam a casa ou fazem uso do seu miado para exprimir que pretendem algo ou quando querem participar nas atividades familiares. Fiéis aos seus donos, conhecidos por "gato-cão", uma vez que muitos gostam de buscar e trazer objetos. São muito inteligentes, sabem abrir portas e libertar-se com facilidade!

 

O gato Burmês é bastante robusto em termos de saúde, mas algumas linhagens da raça parecem ser vulneráveis a diabetes mellitus. Foram registados casos raros de polimiopatia hipocalémica (fraqueza muscular devido aos baixos níveis de potássio no sangue) em gatos jovens da raça Burmês. Alguns gatos Burmês registam casos de uma doença incomum "síndrome de dor orofacial felina". A síndrome da dor orofacial felina é um distúrbio da dor em gatos com sinais comportamentais de desconforto oral e mutilação da língua. Os gatos afetados geralmente apresentam um movimento excessivo de lambidas e mastigações, causando stress ao animal. Nos EUA registaram-se casos de deformações cerebrais e na cabeça, no entanto no Reino Unido não existem quaisquer registos. Algumas linhagens desta raça também possuem hábitos alimentares incomuns (ingestão de peças de lá ou outros itens não comestíveis), conhecidos por síndrome da pica.

 

Cada gato é único e tem os seus próprios gostos, aversões e necessidades específicas quando se trata da sua alimentação.  No entanto, os gatos são carnívoros e a sua alimentação deverá conter 41 nutrientes diferentes e específicos. A proporção nutricional irá variar dependendo da sua idade, estilo de vida e saúde em geral, por isso não é de espantar que um gatinho enérgico em crescimento exija um equilíbrio nutricional diferente na sua dieta, comparado com um gato sénior menos ativo. Estabeleça a dose ideal para manter o seu gato elegante e saudável em conformidade com a dose diária recomendada e de acordo com a preferência individual de alimentos húmidos e secos.

 

O gato Burmês não exige cuidados excessivos, uma vez que cuidam de si próprios, mas gostam de ser escovados. Tal como acontece com todos os gatos, esta raça requer um programa de vacinação, um controlo parasitário regular e exames de saúde anuais.

 

Embora esta raça tenda a ser excelente na interação com as crianças, cada gato é um gato e tem a sua personalidade baseada no treino e na sua experência de vida. Caso esteja a pensar adotar, sugerimos que fale com a associação para saber quais as características específicas do gato que pretende.

Cat Breed

Qual é a raça de gato certa para mim?

Cada gato tem a sua personalidade única, mas há alguns instintos e comportamentos que têm desde que nascem. Teste o nosso Seletor de Raças e descubra qual a raça que mais se adequa às suas preferências e estilo de vida. Quanto mais em comum tiver com o seu gato, maior a probabilidade de partilhem uma vida feliz e completa juntos.

O que ter em conta

Adoção

É extremamente gratificante adotar um gato que esteja numa instituição ou num centros de recolha de animais. Ao fazer isto está a oferecer-lhe uma segunda oportunidade na vida. Há muitos gatos à espera de uma família que os acolha de forma definitiva. Cada gato tem a sua própria história e muitos deles perderam o seu primeiro lar injustificavelmente estando ansiosos por fazer parte da uma família! Os centros de recolha de animais têm a capacidade de conciliar da melhor forma as características do gato com a família ideal e terão todo o gosto em aconselhá-lo e responder a qualquer questão que possa ter.

Encontrar um bom criador

Se pretender adquirir um gato de raça, a melhor opção será encontrar um criador fidedigno. Uma das vantagens de adquirir um gato de raça é conhecer de antemão parte da sua personalidade. Contacte o seu veterinário para obter mais informações sobre doenças infecciosas, predisposições genéticas ou necessidades e cuidados específicos da raça específica do seu gato, para assim se sentir devidamente preparado quando o receber em casa.

Dar as boas-vindas ao seu gato

Com o seu novo gato adulto ou gatinho quase a chegar a casa, deve estar muito entusiasmado! Nestes últimos dias antes da sua chegada, há várias coisas que o manterão ocupado até ao dia em que o seu novo gato chegar a casa. Descubra-as aqui https://www.purina.pt/gatos/ter-um-novo-gato/dar-as-boas-vindas-ao-seu-gato/receber-o-seu-gato-em-casa