We have recently changed our privacy policy. To read the revised policy please click on this link to see the details.

Política de Cookies

Sintomas da saúde do gato a que deve estar atento

Compreendemos que sendo um amante de gatos, quer que o seu pet seja o mais saudável e feliz possível. Como os gatos não conseguem dizer o que se passa quando não se sentem bem, pode ser difícil perceber quando eles precisam de ajuda.
sintomas-no-gato

Nós compreendemos que sendo um amante de gatos, quer que o seu pet seja o mais saudável e feliz possível. Como os gatos não conseguem dizer o que se passa quando não se sentem bem, pode ser difícil perceber quando eles precisam de ajuda.

Ao contrário dos cães, os gatos tendem a fugir do contacto quando não se sentem bem, em vez de procurar conforto. Este instinto protetor pode fazê-los ainda mais agressivos e fazer com que se escondam, o que pode ser difícil para os observar.

Pode evitar os problemas de saúde do seu gato, se o levar a um check-up com o seu veterinário a cada 6-12 meses. Especialmente quando ele tem mais de 8 anos. Se suspeitar que há alguma coisa de errado com o seu gato mas não tem a certeza, há alguns sintomas invulgares que deve ter em atenção para o ajudar a alertar quando deve ir ao veterinário.

O nosso guia abaixo mostra-lhe alguns dos sintomas mais comuns que deve ter em atenção. Se tiver alguma preocupação sobre a saúde do seu gato, contacte o seu veterinário.

Se o seu gato está a comer menos que o normal, pode ser algo sem gravidade como por exemplo ter comido na rua ou o tempo demasiado quente afetar o seu apetite. No entanto, podem por vezes sugerir problemas de saúde escondidos – especialmente nos gatos mais séniores.

Contacte o seu veterinário se o seu gato reduzir o apetite e estiver também letárgico, com vómitos, diarreia, perda de peso ou qualquer outro sinal de doença.

Um aumento de apetite pode indicar condições tais como problemas na tiróide, diabetes ou doenças intestinais.

Vomitar bolas de pelo ou relva pode ser normal se é algo que o seu gato faz ocasionalmente. Se a frequência do vómito aumentar, e o seu gato vomitar comida ou sangue, tiver problemas a engolir ou engasgar-se, deve marcar uma consulta com o seu veterinário.

Os vómitos podem ser um sinal de diferentes doenças no gato incluindo problemas intestinais, de rins e do fígado. Os vómitos acompanhados de letargia, depressão, diarreia e perda de apetite indicam um problema mais sério. Uma visita ao veterinário deve ajudá-lo a tratar deste problema.

Se o seu gato tem diarreia persistente, ou as suas fezes estão pretas ou contém sangue ou muco, ele pode ter algum problema de saúde. Se o seu gato tem algum dos problemas acima ou está também com vómitos, letargia, perda de apetite ou perda de peso e problemas intestinais, consulte o seu veterinário.

Por outro lado, se o seu gato não conseguir evacuar ou se as suas fezes estão bastante duras ou com pelo, deve marcar um check-up. Isto pode ser fácil de tratar mas pode significar problemas mais sérios de saúde para o seu gato.

Se o seu gato está constantemente a sair e a entrar da sua liteira, baixando-se sem conseguir fazer as suas necessidades (ou apenas uma pequena quantidade), a chorar enquanto está na liteira, ou a sangrar quando faz as suas necessidades pode sugerir que ele está com uma infeção no trato urinário.

Algumas infeções como a cistite são bastante comuns e podem ser facilmente tratadas. Outras, mais sérias, podem levar a uma doença no trato urinário (FLUTD), o que, se não for tratado,pode ser bastante perigoso para a saúde do seu pet. Se notar algum sintoma que possa sugerir uma infeção no trato urinário, consulte o seu veterinário o mais rápido possível para um check-up.

Uma doença no trato urinário mal tratada pode ser muito perigosa para o seu pet, por isso é importante procurar tratamento logo que repare nos sinais.

Se o seu gato ganhar peso rapidamente, pode ficar obeso, o que pode resultar em diabetes, problemas de mobilidade e outras doenças. Quando abraçar o seu gato, deve conseguir sentir as suas costelas – se não as sentir, ele pode estar com excesso de peso.

Clique aqui para saber mais em como verificar a condição corporal do seu gato.

Consulte o seu veterinário se achar que o seu gato precisa de perder algum peso, pois ele irá recomendar-lhe a melhor maneira de gradualmente o ajudar a ficar em forma. Qualquer mudança na dieta do seu gato precisa de ser cuidadosamente feita para evitar causar-lhe qualquer distúrbio gastrointestinal.

Se sentir que foi apenas o estômago do seu gato que dilatou, consulte o seu veterinário para uma consulta. Isto pode ser provocado por retenção de líquidos, em vez de aumento da gordura.

Se recentemente alterou a alimentação húmida do seu gato para seca, é natural ele beber mais água até se habituar a esta mudança.

Se o seu gato começar a beber e a urinar mais sem ter havido uma alteração na sua dieta, pode ser um sinal de doença como diabetes ou outros problemas de saúde relacionados com os rins. Se normalmente nunca vê o seu gato a beber água e agora repara nele no bebedouro ou a sua liteira está mais molhada que o costume, marque um check-up com o seu veterinário.

Pele e pelo

A condição da pele é geralmente um bom indicador da saúde do seu gato. A sua pele deve ser macia e cor-de-rosa ou preta, e o seu pelo deve ser macio e brilhante.

Se o seu gato se coçar ou se limpar em excesso, se tiver cicatrizes ou se puxar o seu pelo, são fatores que podem indicar que o seu gato tem uma doença de pele.

Um pelo fraco com caspa ou baço pode indicar um problema de saúde que pode não estar relacionado com a sua pele ou pelo, mas que o afeta.

Se notar que o seu gato se está a coçar demasiado e tem pequenos pontos pretos no seu pelo podem ser pulgas, o que pode ser tratado facilmente.

sintomas no gato

share.png SHARE
x
precisamos do seu consentimento para continuar

O nosso site utiliza cookies e outras tecnologias para que nós e os nossos parceiros possamos reconhecê-lo(a) e compreender como os utilizadores usam o nosso site.

Consentimento do CookiePara ver uma lista completa das empresas que utilizam esses cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa ferramenta de consentimento de cookies. Verá esta mensagem apenas uma vez, mas poderá sempre definir as suas preferências, a qualquer momento, na Ferramenta de Consentimento de Cookies. Além disso, descubra mais informações sobre a utilização de cookies e tecnologias semelhantes sobre este site no nosso anúncio de Cookies.

Quando aceder ao nosso site, as empresas identificadas na Ferramenta de Consentimento de Cookies irão utilizar os cookies e outras tecnologias.

Concordar e entrar no acesso ao portal