Mudámos recentemente a nossa Política de Privacidade. Para conhecer em detalhe a Política de Privacidade corrigida, por favor clique neste link.

Política de Cookies

A higiene do seu gatinho

Apesar do seu gato ser bonito, outros aspetos são também muito importantes. Os gatos têm um pelo maravilhoso mas também cuidam instintivamente dele.

Higiene do seu gatinho

A escovagem não serve apenas para melhorar a aparência do seu gatinho. Remove pelo morto, mantém o pelo e a pele saudáveis, permite criar uma ligação entre ambos e dá-lhe a oportunidade de verificar o seu estado geral de saúde.

A escovagem é uma parte importante do cuidado a ter com o gatinho, mas uma vez que nesta fase o seu pelo é mais suave, fofinho e pequeno, este procedimento não demora muito tempo a realizar-se, quando comparado com o tempo que temos de dispensar com um gato adulto. Se quer habituar o seu gatinho a ser escovado desde sempre, fará toda a diferença se o habituar desde já, sendo muito mais fácil para ambos no futuro. A boa notícia é que a maioria dos gatos adoram a atenção que lhes dá quando estão a ser escovados, e quando virem uma escova ou pente na sua mão, irão normalmente correr para si!

Long haired cat sitting down

Gato com pelo longoPelo longo vs. curto

A intensidade e a frequência com que escova o seu gatinho normalmente varia com o seu tipo de pelo.Um gato de pelo curto só precisará de uma "escovadela" rápida com uma escova ou pente fino, uma vez por semana. Um gato de pelo comprido, como o Persa, necessitará de atenção diária com o tipo de material adequado – aconselhe-se com o seu criador ou profissional de estética para animais.

As raças de pelo longo exigem um cuidado maior, e a sua escovagem levará mais tempo. Por isso, é melhor escovar o seu gato numa superfície anti-derrapante, em cima de uma mesa – isto irá mantê-los aos dois o mais confortáveis possível.

Quando são ainda gatinhos tente encorajá-los a gostarem de ser escovados. Coloque-os em cima de uma superfície anti- derrapante numa mesa onde quererá no futuro realizar a escovagem e dê-lhes muito mimo e um ou dois biscoitos. Irão rapidamente associar a escovagem neste local com a recompensa.

Gatinho a ser escovado
  • Quando tiver o seu gatinho ao colo, deixe-o cheirar a escova; é normal os gatos esfregarem o focinho nas cerdas, um sinal positivo de aceitação do objeto.
  • Comece a escovar suavemente as costas e, depois os flancos. Este procedimento ajuda a tranquilizar o gatinho.
  • Acaricie-o com festas e elogie-o num tom de voz calmo e tranquilizador.
  • Alterne os períodos de escovagem com carícias, como parte da sua rotina. Ofereça uma guloseima como recompensa adicional.
  • Repita este exercício várias vezes ao dia, aumentando gradualmente a duração da escovagem.
  • Quando o seu gatinho já estiver habituado à sensação de ser escovado, comece a escovar a barriga, a cauda, os ouvidos e outras áreas sensíveis
  • Seja muito gentil e mantenha as primeiras sessões muito breves. Não há pressa, e o mais importante é o seu gatinho sentir-se relaxado. Se notar sinais de agitação ou aborrecimento, deixe de escovar as zonas mais sensíveis e volte a escovar o dorso.

Enquanto o seu gatinho estiver relaxado e a desfrutar do momento, aproveite para o examinar. Alguns procedimentos que pode fazer através de um pequeno check-up em casa:

  • Toque nas suas patas e examine cuidadosamente as suas unhas e os seus dedos. Comece com uma unha para o seu gato se habituar à experiência, e dê-lhe muitas caricias e até um snack como recompensa. Nas sessões seguintes, experimente tocar em dois dedos, e assim sucessivamente, aumentando cada vez mais o tempo que toca nas suas patas. Desta forma, esta observação vai passar a ser muito mais fácil.
  • Se o seu gato ainda estiver feliz a ronronar no final da escovagem, aproveite para observar cuidadosamente o interior das suas orelhas e abra suavemente a sua boca para examinar os seus dentes e as suas gengivas.
  • Termine sempre a escovagem com alguma brincadeira e carícias – ele merece!

Quando o seu gato sobe às árvores ou utiliza o poste para arranhar, a camada exterior da sua unha pode soltar-se, mas não se preocupe - é normal! Arranhar é natural para um gato e as suas unhas são compostas por camadas, por isso se a camada exterior se soltar, existirá uma unha inferior nova e afiada (encontrará com frequência unhas velhas perto dos objetos para arranhar preferidos). Se tem um gato ativo, saudável e com acesso ao exterior, não será necessário cortar as suas unhas. Os gatos de interior e os gatos mais velhos podem necessitar ocasionalmente de alguma atenção, pelo que aparar as unhas do seu gato ou gatinho é uma parte importante da rotina e do seu cuidado diário.

Gatinho a arranhar um tapete
  • Habitue o seu gatinho a cortar as unhas desde pequenino. Uma boa maneira de começar é simular o corte pressionando ligeiramente os dedos do gato e oferecendo uma recompensa de comida a cada gesto.
  • Se estiver a cortar as unhas ao seu gato, é importante saber como fazê-lo corretamente. A última coisa que quer é causar dor ou hemorragia por cortar o "sabugo" ou uma parte sensível da unha. Peça ao seu veterinário ou profissional de estética para animais para lhe ensinar a cortar corretamente as unhas, se estiver inseguro.
  • Verifique as unhas do seu gatinho uma vez por semana, incluindo o seu 5º dedo (polidactilia) – na parte interior da pata, na região do pulso,que por não entrar em contacto com oo solo, não sofre o desgaste necessário – particularmente nos gatos séniores.
  • Quando verificar as unhas, verifique também se as almofadas plantares e o espaço entre os dedos, de cima para baixo, para ter a certeza que não tem alterações e que está limpo
  • Os gatos tal como nós, podem ter por vezes as unhas encravadas. Se suspeitar de alguma unha encravada, consulte o seu veterinário para o ajudar

Tal como escovar o seu pelo e cortar as suas unhas, existem mais cuidados que pode ter com o seu gatinho e garantir que está na condição ideal.

  • Verifique que as orelhas do seu gato estão limpas e têm um cheiro agradável. Se estão sujas, cheiram mal, estão vermelhas ou provocam comichão ou se o seu gato abana a cabeça, contacte o médico veterinário. Os ácaros nas orelhas são um problema comum, principalmente em gatos jovens.
  • Passe com as suas mãos no corpo do seu gato. Procure por quaisquer arranhões, nódulos, inchaços ou manchas. Se ficar preocupado com alguma coisa, contacte o médico veterinário.
  • Passe com as suas mãos no corpo do seu gato. Procure por quaisquer arranhões, nódulos, inchaços ou manchas. Se ficar preocupado com alguma coisa, contacte o médico veterinário.
  • Observe os seus olhos e nariz e contacte o médico veterinário se verificar alguma descarga ou vermelhidão.
  • Finalmente, passe com a mão contra a direção do corpo, para empurrar o pelo para cima. Verifique as raízes do pelo e a pele para verificar sinais de parasitas, ou excrementos de pulga (tipo areia preta). Pode prevenir infestações com um controlo contra pulgas regular. Se já é tarde, contacte o médico veterinário que irá aconselhá-lo sobre os tratamentos mais adequados.

A maioria dos gatos passa a vida inteira sem nunca tomar banho, mas às vezes um banho rápido é inevitável.Podem precisar de um shampoo especial para tratar alguma condição de pele específica, para se limparem depois de um distúrbio gastrointestinal ou se precisarem de ser limpos caso fiquem com o pelo sujo durante alguma exploração no exterior.

Apesar da crença popular, alguns gatos até gostam de tomar banho, especialmente se já tiverem sido lavados com água quente quando eram jovens. Se o seu gato não colabora na hora de tomar banho, pode recorrer a um profissional habilitado. Contudo, se pretender fazê-lo siga os seguintes conselhos para um banho sem problemas:

  • Tenha cuidado com a temperatura da água. Muito quente pode escaldar o seu gato e muito fria pode tornar-se muito desconfortável.
  • Manipule o seu gato de forma muito gentil durante o banho, para colocá-lo à vontade, e ofereça-lhe muitos mimos, reforçando-lhe a confiança.
  • Verifique se existem sinais de que o seu gato está a ficar stressado. Os gatos podem considerar o banho assustador, por isso tenha cuidado para não ser mordido ou arranhado.
  • Certifique-se que o shampoo que está a utilizer é especialmente concebido para gatos e verifique se necessita de ficar a atuar durante algum tempo (pode ser o caso de um shampoo com fins terapêuticos). Tenha cuidado para evitar que o shampoo entre em contacto com áreas sensíveis como os olhos ou as orelhas.
  • Se o seu gato não se sente confortável ao tomar banho, tente apenas lavar as áreas necessárias para reduzir o tempo que permanece na banheira
  • Enxague completamente o seu gato para retirar qualquer tipo de resíduo de detergente.
  • De seguida, seque-o com uma toalha quente e mantenha-o confortável até que fique seco. Evite o secador de cabelo, a não ser que o seu gato esteja habituado ao seu uso desde a idade jovem, uma vez que pode assustá-lo.
  • Se tem mais que um gato, o banho em conjunto pode fazer com que lutem, especialmente se estiverem stressados. Neste caso, opte por lhes dar banho em separado.

Dar banho ao seu gato pode ser difícil, por isso, se achar complicado, pode procurar um especialista em grooming que o ajudará a manter o seu gato na sua condição perfeita.

share.png Partilha