Mudámos recentemente a nossa Política de Privacidade. Para conhecer em detalhe a Política de Privacidade corrigida, por favor clique neste link.

Política de Cookies

Compreender o Comportamento e a Linguagem Corporal do seu Gato

Quer seja dono de gato pela primeira vez ou tenha um amigo felino já há muito tempo, haverá alturas em que desejaria saber o que o seu gato está a pensar.

Explicação do comportamento do gato

Quando compreender as bases do comportamento felino, será capaz de identificar rapidamente como se está a sentir o seu gato. Se procura uma explicação do comportamento do gato, o nosso guia poderá dar-lhe tudo o que necessita para falar a sua língua!

É assim que o seu gato deve ocupar a maioria das suas horas acordado e é uma parte vital da sua linguagem – relaxado, satisfeito e confortável em ambientes familiares. Ele deve parecer satisfeito por ver o mundo a passar.

 

icone-pequeno-roxo-gatoSinais de um comportamento Neutro

  • Se estiver deitado, pode estar estendido, enrolado ou deitado de frente com as patinhas arrumadas debaixo do corpo.
  • Os olhos podem piscar suavemente ou estar semicerrados.
  • As orelhas devem estar descontraídas, casualmente na vertical e para a frente. Podem também girar de forma independente se o seu gato estiver a ouvir algum som à sua volta.
  • Os bigodes devem estar relaxados e deve parecer que ele está a sorrir!
  • O corpo deve estar delicado e descontraído, sem qualquer tensão que sugira que ele está prestes a entrar em ação.

Pode parecer muito querido e fofo, mas desde o nascimento que o seu gato está projetado para ser um caçador de excelência. Ele pode perseguir e apanhar as presas com facilidade e é capaz de se focalizar 100% no seu alvo. Se o seu gato está concentrado num objeto pequeno e em movimento, ou em algo novo, verificará que a sua linguagem corporal vai mudar à medida que ele for descobrindo qual a melhor abordagem.

 

icone-pequeno-roxo-gatoSinais de um comportamento Focado

  • Os olhos estarão abertos e as pupilas estreitas.
  • As orelhas e os bigodes vão estar a apontar para a frente, com o corpo também orientado para a frente para focalizar a sua atenção.
  • O corpo pode estar junto ao chão à medida que observam, com as patas traseiras enroladas sob o seu corpo.
  • A cauda do seu gato demonstrará atenção, sendo mantida esticada para trás e rasteira. O final da cauda e as patas traseiras podem estar contraídas, quando ele se prepara para atacar.
  • Se o objeto da sua atenção for você, se por exemplo ele está a tentar roubar-lhe comida ou está a tentar dar-lhe uma pancada, ele pode esfregar-se contra si com a cauda no ar, mas não se deixe enganar porque ele continua a estar focalizado no seu objetivo!

É fácil reconhecer um gato feliz, pelo que deve ser capaz de identificar facilmente a sua linguagem. É este o estado em que quer que o seu gato esteja na maioria do tempo e é o estado perfeito para passarem tempo de qualidade juntos.

 

icone-pequeno-roxo-gatoSinais de um comportamento Feliz

  • Quando estiver sentado, o seu gato estará descontraído e direito, com as orelhas a apontar para cima e para a frente, mas relaxadas e, por vezes, a girar suavemente na direção de sons familiares, tais como a voz de alguém conhecido.
  • Quando estiver deitado, poderá ter as patinhas dobradas e arrumadas por baixo do corpo, estar estendido de lado ou até de barriga para cima com as patinhas afastadas, o que demonstra que está muito feliz!
  • Pode dormir com os olhos fechados, semi-abertos ou parecer estar com as pálpebras pesadas, quase como se estivesse a sonhar! Se piscar os olhos muito lentamente, tente piscar também os seus olhos lentamente para demonstrar que também está relaxado. Este comportamento de imitação é uma forma ótima de se relacionar com o seu gato).
  • Os bigodes estarão relaxados e a cauda baixa (ou elevada com uma ligeira curva se ele estiver em pé para lhe dizer olá.
  • Se der uma palmadinha no seu gato, os seus olhos podem fechar de satisfação e ele irá ronronar suavemente.

Os gatos podem ser muito sensíveis, especialmente à mudança. Pode demorar algum tempo até os gatos se ambientarem, após mudanças inesperadas, pelo que aprender a identificar os sintomas de ansiedade num gato pode ajudá-lo a ajudar o seu gato a voltar a um estado descontraído.

Quanto mais cedo reconhecer os sinais da linguagem corporal do seu gato, mais cedo poderá dar-lhe uma palmadinha de conforto, quando ele se aproximar de si para segurança e alguma atenção. Dê ao seu gato 2 a 3 dias para se habituar a alguma grande mudança e a regressar ao seu comportamento normal.

icone-pequeno-roxo-gatoSinais de um comportamento ansioso

  • Os olhos do seu gato estarão abertos e sem pestanejar, com as pupilas dilatadas num formato oval ou em círculo.
  • As orelhas podem mover-se da sua posição descontraída para sondar mais informação, girando de forma independente uma da outra. Se ele estiver muito ansioso, as orelhas podem estar para trás coladas à cabeça.
  • A cabeça começará a baixar, com os bigodes para o lado e para trás para parecer pequeno e inofensivo, ou até esticados para a frente em alerta.
  • À medida que a ansiedade aumenta, o seu gato pode começar a esconder-se ou a arquear o dorso para se preparar para correr.
  • A linguagem da cauda é muito importante. Pode estar imóvel ou com a ponta a mover-se lentamente de um lado para o outro, o que é um sinal de ansiedade.

O comportamento ansioso pode ser subtil, mas quando o seu gato está com medo, é fácil perceber. Se ele estiver assustado com alguma coisa, tal como sons altos, ele não se sentirá confortado com uma palmadinha e é provável que nem o seu snack favorito consiga resolver a situação. A sua linguagem corporal dir-lhe-á que ele está com medo e que apenas voltará ao normal quando se sentir seguro. Evite movimentos bruscos quando o tenta acalmar porque ele pode interpretá-los como mais uma ameaça. Em vez disso, se possível, remova o que lhe possa estar a provocar medo e espere que ele se acalme.

Se o seu gato demonstrar estes sinais com frequência, poderá consultar o seu veterinário, que lhe poderá aconselhar um especialista em comportamento.

 

icone-pequeno-roxo-gatoSinais de um comportamento de medo

  • As orelhas do seu gato estarão para trás e coladas à cabeça.
  • Ele poderá fugir ou, se isso não for possível, ficar imóvel ou agachado.
  • Os olhos estarão muito abertos, com as pupilas totalmente dilatadas e os bigodes colados à cabeça ou eriçados.
  • Poderá emitir um silvo ou cuspir para ameaças próximas, rosnar ou atacar com as garras para fora.
  • Alguns gatos poderão pôr-se de pé com as patas dianteiras no ar para parecerem mais altos, ou então arquear o dorso e eriçar o pelo para parecerem maiores.
  • A cauda poderá ser mantida debaixo do corpo ou abanar vigorosamente de um lado para o outro.

O seu gato poderá ficar frustrado com uma situação específica de curto prazo (como por exemplo não conseguir alcançar o seu brinquedo favorito) ou poderá ser afetado por uma frustração mais depressiva de longa duração por falta de estímulos, tal como não ser capaz de expressar a sua necessidade de caçar.

Os gatos com uma frustração de longa duração podem ser mal interpretados, pelo que se pensa que o seu gato poderá estar a ser afetado por esta situação, é importante que consulte o seu veterinário, que será capaz de o ajudar a voltar a um estado mais feliz.

 

icone-pequeno-roxo-gatoSinais de um comportamento de frustração

  • Um gato frustrado com uma situação específica, focaliza intensamente a sua atenção no seu objeto de frustração e tentará de tudo para obter aquilo que deseja!
  • Todos os seus sentidos estão sintonizados no seu objetivo – os olhos estarão muito abertos com as pupilas dilatadas, as orelhas a apontar para a frente e os bigodes abertos e a apontar para a frente.
  • Podem andar impacientemente se não conseguirem aquilo que querem.
  • Os gatos não conseguem manter esta frustração para sempre, pelo que se não alcançarem aquilo que desejam podem ou desistir ou, em alguns casos, entrar num estado de frustração de longa duração ou até depressão, dependendo da fonte da sua frustração.
  • Os gatos com frustração de longa duração ou depressão podem com frequência ficar letárgicos, rejeitar a sua ração e não querer brincar ou interagir com outros gatos.

Se o seu gato demonstra este comportamento de irritação, deve lidar com ele com muito cuidado. Evite sempre provocar um gato irritado. Não olhe fixamente para ele, não lhe grite, nem faça movimentos bruscos e evite tentar tocar-lhe ou confortá-lo porque ele pode interpretar o seu gesto como uma ameaça adicional e atacar. Em vez disso, recue lentamente, remova quaisquer ameaças se for seguro fazê-lo e dê ao seu gato tempo e espaço para que se possa acalmar.

Se o seu gato demonstra sinais de estar zangado numa base regular, deve procurar ajuda junto do seu veterinário ou especialista em comportamento animal, que o poderão ajudar a compreender a causa de uma linguagem corporal tão negativa.

 

icone-pequeno-roxo-gatoSinais de um comportamento de irritação

  • Um gato irritado estará rígido, com a cauda esticada, rígida e reta ou então curvada à volta do corpo.
  • Ele terá um comportamento muito diferente do habitual. Poderá estar silencioso, a lançar silvos, a cuspir ou a rosnar.
  • Tentará parecer maior e ameaçador, com o pelo eriçado, em pé assente nas patas traseiras ou agachado numa posição de ataque.
  • As orelhas estarão tensas e para trás coladas à cabeça e os bigodes estarão rígidos virados para fora.
  • Os olhos estarão severos e focalizados. As pupilas estarão estreitas, embora em alguns gatos possam ficar redondas e com os olhos arregalados.

Quando um gato zangado, assustado ou frustrado se sente confiante que a ameaça já desapareceu, começará a parecer aliviado. Tal como é importante reconhecer quando ele se está a sentir zangado ou assustado, saber quando ele está aliviado é fundamental para o ajudar a voltar ao seu estado normal e relaxado.

 

icone-pequeno-roxo-gatoSinais de um comportamento de alívio

  • Todo o corpo do gato pode mostrar alívio e alguns gatos podem até fazer um alongamento total para aliviarem a tensão!
  • Os olhos, orelhas, cabeça, corpo e cauda estarão visivelmente relaxados.
  • Os bigodes voltarão a uma posição calma, longe da face e a sua cabeça estará mais baixa.
  • Alguns poderão bocejar, afastar-se, semicerrar os olhos ou até dedicar-se a uma sessão de limpeza.

Com algum conhecimento sobre de que forma o seu gato reage à mudança e percebendo os sinais quando ele está a sentir-se feliz, será capaz de o ajudar a manter-se tanto emocionalmente como fisicamente saudável.

share.png Partilha
x
precisamos do seu consentimento para continuar

O nosso site utiliza cookies e outras tecnologias para que nós e os nossos parceiros possamos reconhecê-lo(a) e compreender como os utilizadores usam o nosso site.

Consentimento do CookiePara ver uma lista completa das empresas que utilizam esses cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa ferramenta de consentimento de cookies. Verá esta mensagem apenas uma vez, mas poderá sempre definir as suas preferências, a qualquer momento, na Ferramenta de Consentimento de Cookies. Além disso, descubra mais informações sobre a utilização de cookies e tecnologias semelhantes sobre este site no nosso anúncio de Cookies.

Quando aceder ao nosso site, as empresas identificadas na Ferramenta de Consentimento de Cookies irão utilizar os cookies e outras tecnologias.

Concordar e entrar no acesso ao portal