Mudámos recentemente a nossa Política de Privacidade. Para conhecer em detalhe a Política de Privacidade corrigida, por favor clique neste link.

Política de Cookies

A que estar atento durante o trabalho de parto da cadela

A sua cadela está quase a tornar-se numa mãe orgulhosa e, brevemente, terá alguns cachorros amorosos para cuidar – tão bom! A boa notícia é que a maioria das gestações dos cães se desenrolam sem problemas e as cadelas são, regra geral, excelentes mães.

A que estar atento durante a gravidez da cadela

Apesar de as cadelas usufruírem, normalmente, de uma gravidez tranquila, há alguns sinais que podem sugerir complicações. Contate o seu médico veterinário se:

  • A sua cadela deixar de comer durante a gravidez ou não parecer estar bem. É bastante comum o apetite das cadelas cair, após 30 dias de gravidez ou mesmo antes do trabalho de parto, mas ela deve estar bem e cheia de vida.
  • Alguma descarga vaginal anormal que ocorra, incluindo sangramento ou de fluido com mau cheiro, em qualquer momento da gravidez.
  • Ela não está bem, está deprimida, a chorar ou com dores.
  • A sua cadela perder cachorros, durante a gravidez.
  • Já passaram mais de 70 dias de gravidez, após o acasalamento.
Close up de Labrador Retriever

Sinais de alerta para problemas no trabalho de parto das cadelas

Felizmente, a maioria dos partos nas cadelas são menos dramáticos do que os nossos. A sua cadela deverá ser capaz de trazer os seus cachorros ao mundo, mas ocasionalmente surgem complicações. Consulte o seu médico veterinário se:

  • A cadela não consegue entrar em trabalho de parto, após 24 horas da sua temperatura corporal ter baixado. A temperatura corporal mais baixa é, normalmente, um sinal de que os cachorros estão a caminho. Por isso, se não vêm, algo pode estar errado.
  • Apesar de fortes contrações, durante 20-30 minutos, a sua cadela não consegue expelir um cachorro. Contacte o seu médico veterinário e esteja preparado para levar algum cachorro que já tenha nascido consigo, se for necessária uma cirurgia.
  • Não nasce nenhum cachorro, após 4 horas de a sua cadela ter tido uma descarga vaginal esverdeada ou vermelha/castanha (após duas horas, esteja preparado para chamar o veterinário).
  • A sua cadela está a descansar há mais de duas horas ou está a ter contrações fracas entre cachorros, e sabe que há mais cachorros na sua barriga.
  • Consegue ver um cachorro na entrada da vulva, mas a sua cadela está com contrações e não o consegue expelir.
  • A sua cadela está na segunda etapa do trabalho de parto, há mais de 12 horas (a segunda etapa é quando os cachorros estão a nascer)

Após o trabalho de parto e o nascimento

Viva! Os seus cachorros chegaram! Este é um momento muito feliz para si e para a sua cadela, mas deve estar vigilante porque podem ainda surgir problemas após o parto. Mantenha-se atento à nova mamã e contacte o médico veterinário se:

  • A sua cadela não expeliu todas as placentas de que estava à espera (são tantas placentas, quanto o número de cachorros).
  • A sua cadela demonstra sinais de espasmos, nervosismo, inquietação, anda de forma dolorosa ou tem convulsões, o que pode ser um sinal de falta de cálcio, denominado de hipocalcémia.
  • Ela tem febre, não está bem e está com falta de apetite, está apática ou não demonstra interesse pelos cachorros. Qualquer destes sinais pode indicar uma infeção no seu útero.
  • A sua cadela continua com contrações, após expelir todos os cachorros, de que está à espera.
  • A cadela tem febre, não está bem e está com falta de apetite, está apática ou não demonstra interesse pelos cachorros. Qualquer destes sinais pode indicar uma infeção no seu útero.
  • As suas glândulas mamárias estão vermelhas, duras e dolorosas, ou então tem descargas de fluidos com mau cheiro, castanhos ou de sangue dos seus mamilos.
  • A sua cadela não parece estar bem, não come, está deprimida, tem diarreia ou está a perder peso.
  • Ela tem descargas vaginais com mau cheiro ou sangramento – é normal nas primeiras semanas, após o nascimento, descargas enegrecidas/avermelhadas.
  • Mais do que um dos seus cachorros morreu ou está preocupado com o bem-estar dos outros.
  • Algum dos cachorros parece estar deprimido ou relutante em alimentar-se.

É sempre melhor informar-se, antes de a sua cadela entrar em trabalho de parto para que saiba o que deve esperar e como identificar que algo pouco comum está a acontecer. Se adquiriu a sua cadela a um criador, ele terá todo o gosto em aconselhá-lo, uma vez que tem muita experiência! Se tiver alguma preocupação, durante o trabalho de parto da sua cadela ou após o nascimento, contacte o seu médico veterinário.

share.png Partilha