Escolher o cão certo para si

Assim como alimentar o seu cão com a dieta correta é essencial para o ajudar a manter-se saudável e enérgico, oferecer-lhe o alimento emocional que precisa é vital para ajudá-lo a manter-se feliz!
Dog and owner in the park
Dog and owner in the park
Dog and owner in the park

Raças diferentes têm necessidades diferentes e, portanto, conhecer a personalidade do seu cão e as suas necessidades comportamentais é essencial para o manter o mais feliz possível.

Instintos naturais

Three dogs walking

Ainda que as suas necessidades básicas possam ser semelhantes, as diferentes raças de cães têm necessidades emocionais muito diferentes. Se tiver um Terrier, por exemplo, ele há de adorar escavar, mas se tiver um Cão de Rasto ele há de preferir seguir o rasto de um abastecimento de alimentos escondido! Um cão de proteção de gado não precisa de ninguém para ser feliz e, portanto, pode estar sozinho durante longos períodos de tempo, mas um cão toy precisa de muito mais atenção da sua parte para se sentir satisfeito. Essas grandes diferenças comportamentais entre raças e as diferentes personalidades do cão podem resultar dos diferentes papéis de trabalho que os cães desempenharam ao longo dos anos.

A brief history of dogs

Chamados muitas vezes hoje em dia de ‘melhores amigos do homem’, os cães de hoje são principalmente descendentes dos lobos do Médio Oriente e da Ásia, que começaram a interagir com os seres humanos e, em seguida, mudaram os seus comportamentos de caça, alimentação e reprodução para se tornarem cães da vila.

Certos cães de vila foram depois escolhidos para ajudar a realizar várias tarefas, tais como guarda, caça e proteção de gado. Esta seleção significa que os cães rapidamente evoluíram para ‘tipos comportamentais’ distintos com a habilidade e o desejo de desempenharem papéis especializados, muitos dos quais são ainda facilmente reconhecíveis hoje.

Como a escolha de diferentes cães para trabalhos distintos implicava a adequação de cada cão para desempenhar um determinado papel, tendo que ver em grande parte com o seu tamanho e a sua forma, os cães tornaram-se nas espécies mais diversas à face da Terra em termos da sua aparência física e comportamento. Existem agora mais de 500 raças de cães e inúmeros cruzamentos e, ainda que poucos cães modernos desempenhem ainda trabalho para o qual foram criados, os seus cérebros e os seus sistemas emocionais são muitas vezes ainda formatados para isso! Ajudar o seu cão a ser feliz, pois, implica dar-lhe a chance de expressar os seus instintos naturais e específicos de cada tipo de cão.

Psicologia canina: como funciona a mente do seu cão

A maquilhagem emocional de um animal é o resultado de uma série de fatores específicos; entre estes fatores estão as três atividades-chave – A atividade que busca obter uma recompensa, A atividade emocional e a atividade da brincadeira – que dão sentimentos positivos de bem-estar. Estas três atividades estão presentes em todos os cachorros, conjuntamente com Desejo, Medo, Pânico e Raiva.

As atividades são comuns a todas as espécies de mamíferos, desde ratos a macacos e, claro, também estão presentes na vida dos cães e dos gatos. Ao não experienciarem reações emocionais, os animais são privados da chance de aprender, formar vínculos, aproveitar a vida e até mesmo sobreviver. Como tal, entender a psicologia do seu cão e as suas necessidades emocionais individuais é vital para o seu bem-estar.

Green house and heart icon
The Reward Seeking system

A atividade que busca obter uma recompensa

Cada tipo de cão tem uma versão ligeiramente diferente da mecânica de caçador “olha-persegue-apanha-morde-mata” dos seus lobos antepassados, tendo sido adaptados e protegidos pela nossa criação seletiva para poderem desempenhar diferentes papéis. Pode encontrar o seu Border Collie a 'pastorear’ (olha-persegue/rodeia) a sua família numa caminhada, pois, ele não estará apenas a levar a cabo a sua versão adaptada desse padrão, mas sim a divertir-se ao fazê-lo!

Os problemas comportamentais podem desenvolver-se quando os cães não têm a chance de ceder a esses comportamentos formatados, que os permitem desempenhar o seu papel original, ou simulá-lo ao perseguir uma bola, ou exercitar a sua ‘mente e corpo’ ao participar em cursos de agilidade canina. Isso é crucial para o bem-estar psicológico do seu cão.

Small orange welfare icon

A atividade emocional

A atividade emocional evoluiu nos mamíferos, devido à criação de laços e à preocupação com as pessoas existente durante um período mais longo do que nos outros tipos de animal, o que nos deu uma vantagem competitiva. A atividade emocional também nos forneceu os blocos de construção emocionais necessários para formar relacionamentos sociais de todos os tipos.

Saber ser emocional não varia muito consoante os diferentes tipos de cão, mas o papel, a idade, o género, a personalidade e até mesmo o tamanho do cão farão definitivamente a diferença. Os cães toy, por exemplo, estão normalmente muito mais dependentes no campo emocional dos seus donos, porque foram criados com base em atividades emocionais de forma a fazerem-nos companhia. Em contrapartida, os mais distantes cães de proteção de gado foram criados para vigiar as ovelhas e as cabras sem muita supervisão direta ou contacto connosco. Para entender a personalidade do seu cão, é importante pensar no papel da sua raça ao longo da história do relacionamento do homem com cães e como isso pode influenciar as necessidades emocionais do seu animal de companhia.

The Play system

A atividade da brincadeira

Tradicionalmente, os cientistas acreditavam que a brincadeira proporcionava simplesmente uma oportunidade segura para os animais, especialmente os jovens, praticarem e manterem as suas habilidades de caça e de namoro. Mas agora a atividade da brincadeira é reconhecida realmente como uma atividade emocional chave por direito próprio, sendo ainda tida como crucial para manter o sentido geral de bem-estar de um animal.

Quando brincam, pode ver os cães jovens a expressar alguns dos seus comportamentos predatórios emergentes. Muitos desses comportamentos são adaptados dos seus instintos de ‘caça’ – incluindo comportamentos como a perseguição e as mordidas e os saltos dados para cima de outros cães – e alguns outros da sua ‘Atividade de Desejo’, quando eles se colocam em cima de outros cães momentaneamente como sinal de excitação.

O contacto físico é também muito importante para os cães. Quando os cães brincam uns com os outros, ou connosco, libertam substâncias químicas de prazer, chamadas endorfinas. E como quando estão a brincar os cães estão relaxados, a Atividade da brincadeira promove igualmente o crescimento e a manutenção de boas relações sociais.

Raças diferentes, necessidades diferentes

Large and small dog icon

Anos de pesquisa sobre o comportamento canino ajudaram-nos a entender melhor como cães diferentes desenvolveram diferentes necessidades e personalidades diferentes. Estes podem ser divididos em nove tipos distintos – cada um com o seu próprio conjunto de necessidades emocionais inatas.

Leia mais sobre as necessidades emocionais e comportamentais do seu cão de acordo com o seu tipo (Cão de guarda, Cão de caça, Pastor de gado, Protetor de gado, Terriers e Dachshunds, Cães de Rastos, Galgos, Spitz ou Cães Toy) e sobre o que pode fazer para ajudar a mantê-los saudáveis e contentes.