Terrier do Tibete

Um cão de porte pequeno/médio e atraente, o Terrier do Tibete tem uma pelagem comprida, lisa ou ondulada que pode assumir qualquer cor, com exceção do chocolate/fígado. Com uma constituição quadrada e robusta, os machos adultos medem 36-41 cm e as fêmeas ligeiramente menos. O peso oscila entre 8-14kg.

dog
  • Não, é a primeira vez que vou ter um cão e estou pronto para aprender!
  • Estaria mais confortável a fazer apenas o treino estritamente necessário
dog
  • Gostava de dar passeios com alguma atividade
  • Entre uma a duas horas
dog
  • Gostava de dar passeios com alguma atividade
  • Quero um cão que salive o mínimo possível
  • Estou disponível todos os dias
dog
  • Gosto de cães muito comunicativos
  • Sim, que ladre e esteja alerta para situações perigosas

Origem

Apesar de ser um Terrier do Tibete, este cão nunca desempenhou a função peculiar de um Terrier (perseguir presas e retirá-las das tocas). Muito pelo contrário, o Terrier do Tibete ou TT, atuava em atividades de pastoreio e, quando necessário, como cão de guarda. Mantido em mosteiros e fazendo companhia aos monges, era conhecido como o Cão Sagrado do Tibete, que foi introduzido pela primeira vez na cinofilia ocidental quando, em 1922, um tibetano ofereceu à Drª Agnes Greig, médica britânica que exercia as suas funções na Índia, um exemplar como agradecimento por ter salvado a vida de uma mulher tibetana.

Personalidade

Um cão extrovertido, generoso e alegre, o Terrier do Tibete é atento e corajoso. Por natureza, é desconfiado com estranhos, mas leal e carinhoso com os seus entes queridos. Um companheiro amante de diversão, o Terrier do Tibete é saltitante, possui um forte carácter, e dá um cão de família maravilhoso.

Saúde

O Terrier do Tibete é geralmente uma raça saudável. Tal como sucede em várias raças, é propenso a patologias oftalmológicas hereditárias e à displasia coxofemoral (uma patologia que leva a problemas de mobilidade). Assim, recomenda-se fazer testes oculares e despiste da displasia da anca nos cães antes da reprodução. Tal como sucede em várias raças pequenas, as rótulas podem sair temporariamente do seu lugar (luxação da patela).

Exercício

É um cão cheio de vida e requer uma hora de exercício por dia para extravasar a sua energia, apesar de ter capacidade para mais. Gosta de praticar exercício e de estar acompanhado dos seus donos. Participa com agrado em passatempos caninos divertidos. À semelhança de qualquer cão com pelagem comprida, recomenda-se que verifique a sua pelagem após cada passeio e retirar eventuais corpos estranhos varridos ao longo do caminho!

Nutrição

Os cães de raça pequena têm um metabolismo elevado, o que quer dizer que queimam rapidamente a sua energia. Cães com um estômago relativamente pequeno devem comer pouco e frequentemente. A ração para raças pequenas é concebida especificamente com nutrientes necessários para satisfazer o seu nível de energia, dotados de croquetes com uma forma, um tamanho e uma textura perfeitos para uma preensão fácil e uma mastigação adequada, melhorando desta forma a sua digestão.

Cuidado

Sendo uma raça que não perde pêlo, escova a pelagem dupla, comprida e espessa do seu Terrier do Tibete de dois em dois dias para impedir a formação de nós. Após os passeios, controle a sua pelagem e retire eventuais corpos estranhos. Tosquie o pêlo sempre que necessário e escove-o regularmente.

Melhores raças de cão para criança

Embora muitas raças de cão sejam consideradas tradicionalmente boas com crianças, todos e cães e crianças devem de ser ensinados a relacionar-se e respeitar-se para que possam estar juntos em segurança. De qualquer forma, cães e crianças pequenas não devem ficar sozinhos sem supervisão de um adulto.