St. Bernard

Uma das raças caninas mais fáceis de identificar, o São Bernardo é muito alto e com uma constituição gigante. São cães musculosos, com cabeças poderosas e imponentes, sendo capazes de percorrer terrenos muito acidentados com movimentos suaves e calmos. Esta raça pode apresentar uma cor laranja, castanha malhada, vermelha malhada ou branca com manchas nestas cores. O macho adulto mede no mínimo 75 cm e a fêmea 70 cm. O seu peso é aproximadamente 68-91 kg.

dog
  • Sim, sou um dono confiante com muita experiência
  • Sou treinador experiente e confortável com qualquer raça
dog
  • Gostava de dar passeios com alguma atividade
  • Uma hora
dog
  • Gostava de um cão de raça muito grande
  • Estou disponível todos os dias
dog
  • Gosto de cães conversadores e vocais
  • Sim, que ladre, esteja alerta para situações perigosas e proteja fisicamente se necessário

Origem

Como o próprio nome sugere, estes cães são oriundos do Hospício do Passo do Grande São Bernardo, fundado em 980 d.C. por São Bernardo de Menthon, para dar guarida a caminhantes que passavam nos perigosos desfiladeiros alpinos entre a Suíça e Itália. Em 1707, os monges subcarregados de trabalho aperceberam-se que estes cães com a sua exímia habilidade olfativa, resistentes e uma pelagem resistente ao clima agreste, estavam muito bem equipados para resgatar viajantes graças ao seu sentido de orientação instintivo, e criaram o seu próprio programa de reprodução, chamando-os de Mastins Alpinos. Há referências de resgates inesquecíveis com Barry, um dos cães mais famosos, tendo salvado mais de 40 pessoas.

Personalidade

Resumindo o carácter deste "gigante gentil": Ele tem um bom sentido de humor, é fiável e aprecia o convívio familiar. É muito leal e raramente ladra, contudo está sempre disposto a defender o seu dono e o seu território. Gosta de conviver com outros animais domésticos. Ensine o seu cão desde cachorro a não puxar, pois numa idade mais adiantada torna-se mais difícil de incutir disciplina.

Saúde

Os problemas de saúde mais graves encontrados no São Bernardo são a nível da estrutura óssea, nomeadamente o osteossarcoma, epilepsia e cardiopatias. Tal como sucede em várias raças, é propenso a patologias oftalmológicas hereditárias e à displasia coxofemoral e do cotovelo (uma patologia nas articulações que leva a problemas de mobilidade). Assim, revela-se importante fazer testes oculares e despiste da displasia da anca nos cães antes da reprodução.

Exercício

Recomenda-se o exercício gradual durante a fase de crescimento do São Bernardo para evitar lesões na sua estrutura óssea e nos tecidos moles e, em adulto, prossiga da mesma forma. Esta raça requer cerca de uma hora por dia em adulto.

Nutrição

As raças caninas de porte gigante, para além de terem um apetite "inexaurível", carecem de um equilíbrio nutricional mineral e vitamínico diferente para preencher as necessidades em termos de articulações e cartilagens. Esta raça é suscetível a ter problemas de estômago e sensação de gás abdominal; Recomenda-se a dar-lhe refeições mais pequenas e com mais frequência para mitigar esse risco.

Cuidado

O São Bernardo tem dois tipos de pelagem: a sedosa e a áspera. A versão com a pelagem sedosa tem pêlo curto e a versão com a pelagem áspera tem pêlo comprido. A pelagem não requer muita manutenção. Necessitam de ser escovados várias vezes por semana para remover os pêlos soltos. Limpar os ouvidos e verificar regularmente os olhos, em particular os cães com pálpebras pendentes. Os São Bernardos são animais asseados mas têm tendência para se babarem.

Melhores raças de cão para criança

Embora muitas raças de cão sejam consideradas tradicionalmente boas com crianças, todos e cães e crianças devem de ser ensinados a relacionar-se e respeitar-se para que possam estar juntos em segurança. De qualquer forma, cães e crianças pequenas não devem ficar sozinhos sem supervisão de um adulto.