Viajar de carro com o seu cão

Apesar de alguns cães andarem de carro sem qualquer problema, alguns podem ficar nervosos ou enjoar. Neste artigo, partilhamos consigo os cuidados a ter para ajudar o seu cão a sentir-se confortável e tranquilo.
Viajar de carro com cães
Viajar de carro com cães
Viajar de carro com cães

Viajar de carro com o seu cão

O segredo de quando transporta o seu cão de carro é ajudá-lo a sentir-se seguro. Quanto mais confiante ele estiver, mais confortável e menos nervoso ficará.
Tal como para muitas outras experiências, quanto mais cedo o seu cão começar a andar de carro, melhor. Idealmente, o seu cachorro deve habituar-se a andar de carro mal chegue a sua casa.

Exponha-o ao carro de forma gradual, começando por colocá-lo dentro de um carro estacionado. Os cães precisam de tempo para cheirar o espaço onde vão estar fechados e para se sentirem confortáveis, antes de o carro começar a trabalhar. Quando ele estiver satisfeito, faça uma viagem curta e em marcha lenta, apenas dentro do seu bairro. Elogie-o e recompense-o no final da viagem, por ter estado tranquilo dentro do carro.

Considerando que tudo corre bem, deve ir aumentando gradualmente a duração das viagens, à medida que a confiança do seu cão aumenta também.

Pode utilizar esta técnica com cães de todas as idades. Se adotou um cão adulto, que não esta habituado a viajar de carro, seja paciente e ajude-o a habituar-se a fazê-lo de forma gradual e tranquila. Com calma, deve rapidamente começar a ver melhorias.

Se vai viajar com o seu cão em distâncias longas, crie o hábito de parar a cada duas horas. O seu cão apreciará a pausa para “ir à casa de banho”, beber água e esticar as patas. Garanta sempre que o seu cão está com coleira e chapinha de identificação.
Viajar de carro com cão
Segurança no carro não implica apenas manter o seu cão protegido. É também garantir a segurança do condutor e de todos os passageiros. Demore o tempo que for necessário para treinar o seu cão a manter-se calmo e sossegado dentro do carro, para que não crie distrações para o condutor ou incomode os outros passageiros.

Se o seu cão vai sentado juntos aos pés dos passageiros, utilize uma transportadora adequada para o manter em segurança. Se não for possível e a sua única opção é que ele vá sentado num dos bancos, garanta que ele utiliza um peitoral adequado e um cinto de segurança próprio. Estes cintos de segurança são específicos para utilizar para o transporte de cães, existem em vários tamanhos e devem ser fixados nos suportes normais dos cintos de segurança dos carros. Se o seu cão não costuma usar um peitoral, coloque-o primeiro em casa e deixe que ele se habitue antes de o utilizar no carro. Dê muitos elogios ao seu cão por usar o peitoral tranquilamente.

Quando andar com o seu cão no carro, nunca o deixe viajar à solta no carro ou com a cabeça de fora da janela. Apesar de parecer muito divertido (e, provavelmente, até ser), o seu cão pode ficar com irritações nos olhos ou, pior ainda, magoar-se com algum objeto que passe junto do carro. Há também o risco de ele se conseguir soltar do peitoral e saltar da janela. Pode abrir um pouco a janela para que o seu cão sinta o ar fresco e, nos dias mais quentes, usar uma proteção contra o sol para evitar que ele apanhe muito sol durante a viagem.

Manter a janela aberta e usar proteções contra o sol são ótimas soluções, mas em dias quentes os carros podem aquecer muito rapidamente. NUNCA deixe o seu cão dentro do carro porque pode ser fatal, mesmo no inverno, em dias mais amenos.
Se o seu cão fica muito nervoso no carro, pergunte ao seu médico veterinário sobre a utilização de feromonas traquilizadoras, que existem em vários formatos (coleiras, sprays, ...). Acredita-se que o odor é semelhante às feromonas que as mães lhes transmitiam naturalmente, quando eram cachorros, pelo que conseguem acalmá-los e ajudar a mantê-los tranqulios, durante cerca de quatro horas.

Tente também proporcionar ao seu cão um ambiente familiar no carro para que ele se sinta menos nervoso. Utilize o brinquedo favorito dele ou uma manta com o cheiro familiar de casa.
É muito comum os cães enjoarem quando andam de carro. No entanto, alguns cães conseguem ultrapassar este problema. Se o seu cão fica mal disposto no carro, coloque um resguardo impermeável no sítio onde ele está e leve toalhitas e materiais de limpeza para o caso de vomitar.

Um cão enjoado é um cão infeliz. Não viaje com ele com o estômago cheio. Como precaução, o ideal é não lhe dar ração entre duas a três horas antes da viagem. Também deve passear sempre o seu cão, antes de começar a viagem para que ele não fique ansioso e evitar o enjoo. Se o seu cão enjoar com frequência, consulte o médico veterinário.