Basenji

Basenji
Este cão de pequeno e médio porte tem uma cauda distintiva enrolada em forma de anel apertado e uma testa enrugada. A pelagem macia, curta e lustrosa do Basenji pode ser vermelha e branca; preta e branca; castanha escura e branca; malhada; malhada e branca; e tricolor. Consulte o estalão da raça para obter mais informações. A altura ideal para os machos adultos é de 43 cm até ao garrote (desde a pata até ao topo da espádua) e 40 cm para as fêmeas. Na idade adulta, o peso ideal é de 11 kg para os machos e 9,5 kg para as fêmeas.
  • Cão adequando para donos com alguma experiência
  • Necessário algum treino
  • Gosta de passeios com alguma atividade
  • Gosta de dar passeios de uma hora por dia
  • Cão médio
  • Minimum drool
  • Requires grooming once a week
  • Raça não hipoalergénica
  • Cão pouco vocal
  • Não é um cão de guarda
  • Pode precisar de treino antes de viver com outros animais
  • Pode precisar de treino antes de viver com crianças

 

O Basenji provavelmente foi criado para servir de companhia aos Faraós e existem retratos de exemplares de Basenjis nas pirâmides egípcias. Com o decorrer do tempo, a raça deslocou-se para a África Central onde foi utilizada para exterminar roedores e ratazanas Thryonomys na região do Congo. Estas ratazanas grandes e terríveis eram uma verdadeira ameaça para os rebanhos dos nativos e um bom cão de caça era vital para a sua sobrevivência. Até à era Vitoriana, o mundo ocidental desconhecia esta raça, quando os primeiros exploradores africanos lhe atribuíram o apelido de "cão africano que não late".

 

Estes cães são únicos pelo facto de não ladrarem – mas emitem vocalizações que lembram o cantar tirolês quando estão excitados! Ele é atento, independente, inteligente, trata da sua própria higiene e praticamente isento de odores. A raça Basenji também possui muitas características parecidas com as dos gatos, sabendo-se que subiam facilmente as árvores e vedações! Carinhosos para com os seus entes queridos, porém têm tendência para desconfiarem de estranhos. Recomenda-se uma socialização precoce, porque os Basenji têm tendência para brigarem com outros cães.

 

As patologias hereditárias mais amplamente reconhecidas nos Basenji são: doença hepática (Síndrome de Fanconi) e uma anemia específica. Estão disponíveis testes genéticos para estas patologias. Tal como sucede em muitas raças, são propensos a patologias oftalmológicas hereditárias. Recomenda-se fazer testes genéticos e oculares nos cães antes da reprodução.

 

Criados para caçarem em terrenos acidentados, o Basenji necessita de, no mínimo, uma hora de exercício diário e tem resistência para mais se tal lhe for proporcionado. Apesar de não ser fácil de treinar, um desporto canino para manter a sua mente e corpo saudável poderia ser benéfico. Uma raça com pouco sentido de orientação, por isso recomenda-se passeios com trela em zonas de trânsito e sem trela em zonas seguras.

 

Os cães pequenos têm um metabolismo elevado, o que quer dizer que queimam rapidamente a sua energia. Cães com um estômago relativamente pequeno devem comer pouco e frequentemente. A ração para raças pequenas é concebida especificamente com nutrientes necessários para satisfazer o seu nível de energia, dotados de croquetes com uma forma, um tamanho e uma textura perfeitos para uma preensão fácil e uma mastigação adequada, melhorando desta forma a sua digestão.

 

O Basenji cuida de si e da sua manutenção. A pelagem é curta, elegante e fina e pode ser limpa com uma luva para o efeito uma vez por semana para retirar os pêlos soltos. Os ouvidos e as unhas devem ser verificados periodicamente, não requerendo muito mais cuidados adicionais.

 

Embora muitas raças de cão sejam consideradas tradicionalmente boas com crianças, todos e cães e crianças devem de ser ensinados a relacionar-se e respeitar-se para que possam estar juntos em segurança. De qualquer forma, cães e crianças pequenas não devem ficar sozinhos sem supervisão de um adulto.

Dog Breed

Qual é a raça de cão certa para mim?

Cada cão tem a sua personalidade única, mas há alguns instintos e comportamentos que têm desde que nascem. Teste o nosso Seletor de Raças e descubra qual a raça que mais se adequa às suas preferências e estilo de vida. Quanto mais em comum tiver com o seu cão, maior a probabilidade de partilhem uma vida feliz e completa juntos.

Tenha em conta

Adoção

É extremamente gratificante adotar um cão que esteja numa instituição ou num centros de recolha de animais. Ao fazer isto está a oferecer-lhe uma segunda oportunidade na vida. Há muitos cães à espera de uma família que os acolha de forma definitiva. Cada cão tem a sua própria história e muitos deles perderam o seu primeiro lar injustificavelmente estando ansiosos por fazer parte da uma família! Os centros de recolha de animais têm a capacidade de conciliar da melhor forma as características do cão com a família ideal e terão todo o gosto em aconselhá-lo e responder a qualquer questão que possa ter. Saiba mais em https://www.purina.pt/caes/ter-um-novo-cao/encontrar-o-cao-certo-para-mim/adotar-um-cao

Encontrar um bom criador

Se pretender adquirir um cão de raça, a melhor opção será encontrar um criador fidedigno. Uma das vantagens de adquirir um cão de raça é conhecer de antemão parte da sua personalidade. Contacte o seu veterinário para obter mais informações sobre doenças infecciosas, predisposições genéticas ou necessidades e cuidados específicos da raça específica do seu cão, para assim se sentir devidamente preparado quando o receber em casa.

Dar as boas-vindas ao seu cão

Com o seu novo cachorro ou cão adulto quase a chegar a casa, deve estar muito entusiasmado! Nestes últimos dias antes da sua chegada, há várias coisas que o manterão ocupado até ao dia em que o seu novo cão chegar a casa. Descubra-as aqui https://www.purina.pt/caes/ter-um-novo-cao/dar-as-boas-vindas-ao-seu-cao/dar-as-boas-vindas-ao-seu-cao-casa