Jean Christophe

Senior Pet Nutritionist and Regulatory Affairs Specialist @Purina

Ingredientes

Ir para secção >

Subprodutos de origem animal ou “carne e derivados de animal” são ingredientes que têm sido inspecionados de acordo com supervisão veterinária e que foram até aprovados para consumo humano. No entanto, a indústria de alimentação humana tende a não utilizar estes produtos por diferentes razões (por exemplo, aspeto, aparência, tipo de material, baixa procura, …). Estes ingredientes não são de baixa qualidade, pelo contrário já que têm alto valor nutricional fornecendo, entre outros, grande quantidade de proteína. Há por isso várias razões para os utilizar.

Os nossos produtos contêm carne e derivados de animais da indústria de alimentação humana. Isto pode incluir diferentes tipos de carne e materiais como, pulmões, rins e fígados, mas apenas de animais que foram aprovados para consumo humano.

Os subprodutos usados pela PURINA são selecionados especificamente pelo valor nutricional que fornecem. No seu habitat natural, os animais instintivamente alimentam-se destas partes primeiro já que são ricas nos nutrientes que precisam. Em alguns países, algumas destas partes, como vísceras, são desfrutadas por muitas pessoas e consideradas como ‘alta cozinha’.

Além de serem seguros para o seu pet, ele vai desfrutá-los. São uma forma fácil de o seu cão ou de o seu gato digerirem uma grande quantidade de nutrientes como aminoácidos essenciais, vitaminas, minerais e gorduras saudáveis que vão fornecer energia e ajudar a manter a sua saúde de bem-estar.
Na realidade, os subprodutos de origem animal fornecem mais nutrientes que os tipos de carne mais populares na alimentação humana. Por exemplo, rins e fígados contêm dez vezes mais vitamina B2 (riboflavina) do que carnes magras.

Resumidamente, dar ao seu pet subprodutos de animais é, não só seguro, mas muito bom para a saúde do seu cão e gato, como contribui para reduzir o desperdício alimentar.
A PURINA só subprodutos de origem animal de boa qualidade que seguem estritamente as regras da European Pet Food Industry Federation (FEDIAF) assim como os regulamentos da União Europeia.